Metal Mecânica

Octans Aircraft adota softwares da Siemens para desenvolver e produzir em SP avião de pequeno porte

Octans Aircraft adota softwares da Siemens para desenvolver e produzir em SP avião de pequeno porte

Ter mais segurança, confiabilidade e disponibilidade de seus produtos fizeram com que a Octans Aircraft, fabricante brasileira de aviões de pequeno porte, adotasse soluções da Siemens Digital Industries Software em todo seu processo. Hoje a empresa está produzindo seu primeiro modelo de aeronave certificado, o 300A, com capacidade para cinco assentos, e colhe resultados positivos com a redução de tempo e custo de seus processos.

Em junho de 2003, o empresário Milton Roberto Pereira, um grande entusiasta da aviação, oriundo do mercado financeiro, comprou um terço de participação na Inpaer – que fabricava aeronaves de circulação restrita que não passam por homologação do poder público, os aviões experimentais – e resolveu dar um novo rumo ao negócio. “Decidimos migrar para a aviação homologada de pequeno porte. Para isso, tivemos que investir fortemente na profissionalização e no processo de governança da empresa”, diz o engenheiro. Nascia a Octans Aircraft.

O investimento de R$ 65 milhões foi usado para modernizar a fábrica da empresa em São João da Boa Vista, interior de São Paulo, e adquirir novos recursos tecnológicos e profissionalizar a equipe. Entre essas mudanças estavam as soluções da Siemens PLM.

“Em 2017 com a evolução do projeto 300A para a fase de detalhamento, a empresa dependia de ferramentas que realizassem mais do que apenas o desenvolvimento e validação de produtos complexos, mas também ferramentas que fossem capazes de gerenciar histórico de versões, revisões e ainda fizesse o link entre o produto e toda a documentação necessária para sua certificação. Vimos no Teamcenter a plataforma ideal para suportar todo este processo de desenvolvimento e também certificação dos produtos da Octans Aircraft”, explica Leonardo de Pádua Andrade Filho, gerente de Engenharia.

Além do Teamcenter, outras quatro soluções foram implementadas na empresa: NX CAD/CAM, Femap Nastran, NX Routing Harness e Simcenter Structures. O investimento de US$ 750 mil foi realizado em busca principalmente de rastreabilidade.

“Produtos certificados exigem rigoroso controle de configuração e de rastreabilidade, a Siemens Digital Industries Software foi crucial para que estes controles fossem efetivos por todo o ciclo de vida do produto garantido aos clientes e a Octans mais segurança, confiabilidade e disponibilidade de seus produtos”, conta Allan Peluzzi, gerente de negócios. “Em linha com a estratégia de atuação global da Octans, as ferramentas Siemens possibilitam à organização estabelecer, filiais e parcerias ao redor do mundo reduzindo tempo e custos em novos desenvolvimentos, montagens e melhorias de nossos produtos. Por meio de metodologias ágeis de desenvolvimento e usando engenharia simultânea e o gêmeo digital, podemos reduzir tempo de projeto e produção com simulações e estudos ainda na fase de desenvolvimento”, completa.

Os benefícios dessa modernização foram claros. Houve uma redução de tempo na rodem de 40% no ciclo de desenvolvimento de novos produtos; 100% de integração e transparência entre as equipes de Desenvolvimento e Processos através da aplicação da Engenharia Simultânea, o que não era totalmente possível no método convencional de trabalho por limitações de rede e permissões; mais clareza e agilidade na distribuição de tarefas com uso de workflows, normatização e padronização de processos baseado em boas práticas já experimentadas no segmento Aerospace; controle absoluto de versões e revisões, redução de interações entre equipes CAD e Simulação; a construção de um gêmeo digital capaz de integrar totalmente desenvolvimentos, sistemas, estruturas, processos e manufatura, reduzindo em até 45% tempo na solução de problemas de montagem, melhorias de produto e revisões.

“Com esse sistema conseguimos realizar e documentar toda a cadeia de desenvolvimento e fabricação do produto baseando-se em boas práticas de mercado já experimentadas por outros players da aviação, agilizando muito nossas liberações de engenharia e as interações de engenharia na fase de desenvolvimento, garantindo toda a rastreabilidade de cada etapa do processo”, diz Andrade Filho.

Para ele, a escolha pela solução da Siemens foi feita por ser a ferramenta high end mais usada em projetos complexos de engenharia do mundo, entregar alta performance e quantidade recursos disponíveis em desenvolvimentos que envolvem diversos sistemas e estruturas, bom relacionamento e pós-vendas com suporte qualificado, focados nos objetivos de negócio como oportunidades futuras, tempo de implantação reduzido, integração total da manufatura e desenvolvimento em uma única plataforma garantindo assim uma única identidade em toda a cadeia produtiva do produto e a simplicidade, ou seja, uma ferramenta de fácil adaptação de novos usuários e qualificação.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados