Notícias

Eletrônica e Informática

06/06/2017 - IPESI INFORMA

Green Eletron lança projeto para descarte correto de eletroeletrônicos

A Green Eletron, Gestora para Logística Reversa de Eletroeletrônicos, criada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), iniciou o Projeto Descarte Green para descarte de produtos eletrônicos usados, como celulares, notebooks, tablets e outros equipamentos. A iniciativa conta com um coletor - ponto de descarte - na frente do prédio da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista, com fácil acesso e visualização.

A campanha faz parte de um projeto piloto da Green Eletron, que se estenderá pelos próximos meses. Além desta parceria com a Fiesp, estão previstas ações com Sesc/SP, Shopping Eldorado e Correios. Ao todo, serão 16 (dezesseis) pontos fixos, além de campanhas em parcerias com eventos ligados ao tema.

"A tendência é que mais entidades passem a aderir ao projeto", diz João Carlos Redondo, diretor de sustentabilidade da Abinee. Segundo ele, as novas adesões e parcerias vão contribuir para dar capilaridade à iniciativa, oferecendo uma variedade de opções para que os usuários de eletroeletrônicos possam descartar seus produtos sem uso com segurança a fim de que sejam destinados de maneira ambientalmente adequada.

Redondo destaca que o Projeto Descarte Green servirá como experiência e base para a assinatura do Acordo Setorial Federal para implantação de um sistema de logística reversa de eletroeletrônicos em âmbito nacional, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (12.305/2010).

"Com a nossa iniciativa, poderemos avaliar os custos envolvidos no processo e a complexidade operacional e fiscal, além de estabelecer um relacionamento com todos os atores envolvidos na cadeia de logística reversa, principalmente a adesão dos consumidores para descartar corretamente seus produtos sem uso", afirma Redondo. Ele prevê que o documento deve ser assinado ainda este ano.

A Green Eletron nasceu com o desafio de contribuir para que as empresas atendam às legislações ambientais, com a destinação ambientalmente adequada dos produtos, sem uso, descartados pelos consumidores. Com 1,5 milhão de toneladas de lixo eletrônico por ano, o Brasil é o país que mais gera este tipo de resíduo na América Latina, ocupando a 7ª colocação no mundo, junto com a França.

Já fazem parte da Green Eletron grandes empresas do setor eletroeletrônico como Apple, Asus, Dell, Embraco, Epson, Flextronics, HP, Lenovo, Microsoft, Motorola, Positivo e Samsung.

Para mais detalhes sobre o Projeto Descarte Green e seus pontos de coleta, acesse: www.greeneletron.org.br/descartegreen

Comente essa notícia