Notícias

Eletrônica e Informática

14/06/2017 - IPESI INFORMA

ABB desenvolve tecnologia para painéis solares flutuantes

A ABB fornece componentes para um banco de testes monumental flutuante de 1 megawatt. Ele mede um hectare, o equivalente a 1,5 campos de futebol. A energia gerada será conectada à rede elétrica de Cingapura, fornecendo eletricidade para até 250 residências.

A escassez de terras tem limitado a adoção da energia solar no país. Painéis solares flutuantes podem ser uma alternativa viável para a cidade-estado cercada por água. Painéis flutuantes podem ser 11% mais eficientes que os painéis solares posicionados sobre o continente.

Localizada no reservatório Tengeh, na região oeste de Cingapura, a instalação conta com múltiplas soluções em energia solar de diferentes fornecedores para estudar o desempenho e a eficiência de custo de plataformas solares flutuantes. A ABB forneceu 100kW dos inversores solares Trio-50 à Phoenix Solar, um dos diversos integradores de sistemas do projeto. Esses componentes convertem a corrente contínua produzida pelos painéis solares em corrente alternada para uso na rede elétrica. Além disso, os disjuntores em caixa moldada e minidisjuntores ABB de baixa tensão protegem os circuitos elétricos na água.

Em Cingapura, um país com apenas 719 km quadrados de área e uma população de 5,6 milhões de habitantes, a alta irradiação solar anual é de aproximadamente 1.500kWh/m², o que faz da energia solar uma fonte atraente de energia renovável. As plataformas solares flutuantes serão naturalmente resfriadas pela água ao redor, o que aumenta significativamente a eficiência da coleta de energia. Um estudo constatou que o efeito natural de refrigeração da água sob as células solares as torna mais eficientes que os painéis solares instalados em terra.

Comente essa notícia