Notícias

Eletrônica e Informática

11/10/2017 - IPESI INFORMA

Cummins Brasil opta pelo MES Delmia Apriso

A Cummins Brasil vai implementar o Manufacturing Execution Systems (MES), Delmia Apriso, desenvolvido pela Dassault Systèmes. A Teclógica, empresa de gestão de processos de TI e Negócios, é a responsável pela implantação dos projetos.

A necessidade de configurar o MES foi diagnosticada após o início do planejamento de um projeto que visa implantar uma prensa na linha de produção. "Nós precisávamos realizar a integração dos sistemas de modo que os softwares do chão de fábrica entendessem o papel de um novo equipamento na linha de produção, no caso a prensa, e conseguissem coletar as informações fornecidas para dar a continuidade ao processo. Assim, optamos pela contratação dos serviços da Teclógica, que demonstrou uma boa expertise para gerenciar e executar projetos desse porte", destaca Cledson Lanzilotti, engenheiro de Manufatura, da Cummins Brasil.

O sistema de manufatura Delmia Apriso é um dos mais conhecidos e eficientes softwares de gerenciamento de chão de fábrica do mundo e é a única plataforma adaptável para o controle de operações de fabricação com BPM (Business Process Management). "O principal objetivo do sistema Delmia Apriso é promover a constante melhoria no chão de fábrica, permitindo o gerenciamento e controle de todo o ciclo de vida do produto na linha de produção. Buscamos atender todos os nossos clientes com excelência e expertise, assim, nossa expectativa é que ao final do projeto todas as necessidades da Cummins sejam atendidas, atuando com tecnologias de ponta e garantindo a satisfação de todos os seus clientes", ressalta o gerente Comercial da Teclógica, Aloísio Arbegaus.

A Cummins ainda frisa que pretende fidelizar os serviços da Teclógica. "Esperamos que ao final da implementação nossa equipe de TI esteja totalmente alinhada com a tecnologia implementada para auxiliar nas mais diversas demandas da empresa de acordo com os padrões globais e particularidades locais", finaliza o gerente do projeto, Fabrício Rocha, da Cummins Brasil.

Comente essa notícia