Notícias

Eletrônica e Informática

31/10/2017 - IPESI INFORMA

Pequenas e microempresas são responsáveis por 389 mil empregos no ano

Segundo o levantamento feito mensalmente pelo Sebrae, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho, as micro e pequenas empresas se mantêm como as principais responsáveis pelo saldo positivo de empregos no Brasil em 2017.

Desde o início do ano, elas apresentaram um número de contratações superior ao de demissões, exceto no mês de março. Entre janeiro e setembro, os pequenos negócios criaram 389 mil novos postos de trabalho, enquanto que as médias e grandes apresentaram saldo negativo de 200 mil.

De acordo com o estudo, no mês de setembro os pequenos negócios registraram criação líquida de 51,2 mil empregos, enquanto as médias e grandes empresas extinguiram 16,1 mil postos de trabalho. No total, considerando o saldo de empregos das empresas ligadas à administração pública, foram geradas no Brasil, em setembro, 34,4 mil vagas.

Tanto no acumulado do ano como no mês de setembro as micro e pequenas empresas do setor de serviços foram as que mais contrataram, com 234,3 mil novos postos, ou seja, 60% do total. Em setembro, esse setor empregou em torno de 25 mil trabalhadores, sendo que mais de 10 mil em empresas que atuam no ramo imobiliário e outros 5,6 mil nos segmentos de hospedagem e alimentação.

Em setembro, sobressaíram-se também as pequenas e microempresas que operam no comércio, com geração de 15,2 mil vagas, e as da indústria de transformação, com 12,3 mil novas ocupações. O único setor em que os pequenos negócios mais demitiram do que contrataram foi o da agropecuária, que apresentou um saldo negativo de 8,1 mil empregos.

Comente essa notícia