Notícias

Metal Mecânica

10/11/2017 - IPESI INFORMA

Inpaer muda marca para Octans Aircraft para inserção no mercado global

O mercado de aviação ganha uma nova marca, a Octans Aircraft, empresa que nasce a partir da evolução da Inpaer - Indústria Paulista de Partes e Aeronaves, localizada em São João da Boa Vista (SP) e que está há 15 anos no mercado. A criação da nova marca, está alinhada ao desenvolvimento do plano estratégico da empresa, iniciado em 2013 com a entrada de novos sócios na companhia e que vem sendo implementado gradualmente.

"Os objetivos desta mudança são, principalmente, a adoção de uma marca de inserção mais natural no mercado global e vincularmos a Octans à produção de aeronaves homologadas diferentemente da Inpaer que tem forte vínculo com o mercado de aeronaves experimentais", afirma Milton Roberto Pereira, presidente da Octans Aircraft.

Para chegar ao momento atual, nos últimos quatro anos foram investidos na companhia, em valores históricos, cerca de US$ 23 milhões. Esses investimentos se deram no fortalecimento da governança corporativa, com a criação de um conselho de administração e diversos comitês de gestão, e na profissionalização da empresa. "Atualmente cerca de 60% do nosso quadro de colaboradores possui ensino superior, sendo aproximadamente 30 engenheiros das mais diversas especialidades", afirma o presidente.

Também foram investidos recursos na modernização da planta da companhia, cuja área construída atinge aproximadamente 6 mil metros quadrados em um terreno de 22. 500 metros quadrados.

A Octans Aircraft finaliza o projeto de uma nova aeronave que será homologada e cujo protótipo será entregue para voo no primeiro semestre de 2018. Esta aeronave vem sendo desenvolvida com o que há de melhor no mercado mundial de aviação na sua categoria. Para tanto, parcerias com empresas de ponta foram e vem sendo firmadas no Brasil e no exterior.

O Brasil é o terceiro mercado mundial na aviação geral, com cerca de 24 mil aeronaves, perdendo apenas para os EUA (com 200 mil) e o Canadá (com 28 mil). Também é o segundo no ranking em número de aeroportos: 4.093, ficando somente atrás dos EUA com aproximadamente 14 mil. "Nossa expectativa é que, em breve, o Brasil supere a frota canadense, uma vez que contamos com uma população 6,5 vezes maior que a canadense e o Brasil é o quinto maior país do mundo em extensão territorial, além de contar com uma tendência de alta em seu PIB per capita", conclui o executivo.

Comente essa notícia