Notícias

Metal Mecânica

13/12/2017 - IPESI INFORMA

Unidade da GM em Gravataí roda em três turnos

A GM Mercosul iniciou as atividades do terceiro turno de produção na unidade de Gravataí (RS) no dia 11 de dezembro, mobilizando cerca de 700 trabalhadores diretos e 800 indiretos em todo o complexo.

A decisão da GM em ampliar a produção no Complexo Industrial Automotivo de Gravataí (CIAG) visa atender à crescente demanda pelos modelos Onix e Prisma fabricados no Complexo e exportados para a América do Sul.

Recentemente a GM Mercosul anunciou um investimento de R$ 1,4 bilhão para o Complexo, com o objetivo de fortalecer o negócio da GM através do desenvolvimento de novas tecnologias e introdução de conceitos inovadores de manufatura para a produção de novos veículos, em adição aos já produzidos na fábrica.

Os investimentos anunciados, aliados à implantação do terceiro turno, vão fortalecer ainda mais a presença da GM no Rio Grande do Sul.

"O complexo de Gravataí é a principal e a mais moderna planta da GM na América do Sul, respondendo por cerca de 50% das vendas e 60% da produção. O Chevrolet Onix há 26 meses é o carro preferido dos brasileiros e o Prisma é o mais vendido entre os sedans. Estamos promovendo a abertura do terceiro turno para consolidar e ampliar ainda mais a liderança da GM no Brasil e na América do Sul", destaca Marcos Munhoz, vice-presidente da GM Mercosul.

A fábrica de Gravataí iniciou suas operações em julho de 2000, inicialmente com a produção do modelo Celta. Atualmente, produz o Chevrolet Onix, líder de vendas no Brasil e América do Sul, e o Prisma, o sedã mais vendido do país.

Comente essa notícia