Notícias

Eletrônica e Informática

20/04/2018 - IPESI INFORMA

Celse assina contratos de financiamento para o Complexo Termoelétrico Porto de Sergipe I

As Centrais Elétricas de Sergipe (Celse) assinaram os contratos de financiamento do projeto do Complexo Termoelétrico Porto de Sergipe I. Os valores serão disponibilizados por bancos e organismos multilaterais ao longo de 2018 e 2019. O empreendimento localizado em Barra dos Coqueiros representa o maior investimento privado já feito em Sergipe.

O financiamento de aproximadamente R$ 5 bilhões está estruturado da seguinte forma: aproximadamente R$ 3,4 bilhões por meio da emissão pela Celse de debêntures simples não-conversíveis, com a cobertura da agência suíça de crédito à exportação, Serv (Swiss Export Risk Insurance), e com o Goldman Sachs Brasil como coordenador líder da emissão.

Além disso, o projeto vai receber o equivalente em reais a US$ 200 milhões da International Finance Corporation (IFC), organismo do Grupo Banco Mundial voltado a investimentos no setor privado, e US$ 288 milhões do IDB Invest, braço do Inter-American Development Bank para investimentos no setor privado.

"Concluímos uma etapa fundamental de nosso projeto, ao mesmo tempo em que as obras avançam de forma importante. A resposta positiva dos financiadores indica que cumprimos os padrões de desempenho socioambientais da IFC, que são largamente adotados por organizações e bancos comerciais em projetos internacionais. Para nós, significa o reconhecimento do nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável e com os interesses da comunidade local", afirma Eduardo Maranhão, presidente da Celse.

A concessão do financiamento acontece depois de a empresa receber todas as licenças ambientais aplicáveis para a atual fase do projeto, sendo a última delas, da parte Offshore, que foi concedida pelo Ibama em 29 de março.

O complexo é composto pela Usina Termoelétrica Porto de Sergipe, que processará gás natural em energia elétrica; linha de transmissão, que levará energia até a rede de transmissão; e as instalações offshore, que contemplam a unidade de armazenamento e regaseificação do Gás Natural Liquefeito (GNL), o sistema de ancoragem, o gasoduto para transporte até a usina e as adutoras de captação de água e descarte de efluentes.

A implantação do complexo teve início em agosto de 2016, e atualmente a fase de construção civil está em conclusão e já teve início a montagem eletromecânica. Em 2019, começa a fase de testes e comissionamento. Em janeiro de 2020, a usina estará pronta para fornecer energia comercialmente.

A Celse é uma empresa criada pela brasileira EBrasil - Eletricidade do Brasil e a Golar Power (joint-venture entre a norueguesa Golar LNG e o fundo de investimentos americano Stonepeak Infrastructure Partners). Foi fundada em 2015 para a geração e comercialização de energia elétrica a partir de unidades geradoras de energia termoelétrica a gás. A empresa, instalada no estado de Sergipe em uma área de 130 hectares, no município de Barra dos Coqueiros, terá uma capacidade instalada de 1.551 MW. A Celse foi vitoriosa no Leilão de Energia Nova A-5 em abril de 2015, firmando 26 contratos de venda de energia com data de operação comercial em janeiro de 2020.

Comente essa notícia