Notícias

Eletrônica e Informática

04/05/2018 - IPESI INFORMA

Crescimento do mercado de memórias alavanca faturamento da indústria de semicondutores



Impulsionado pelo forte crescimento do mercado de memórias, o faturamento global do setor de semicondutores totalizou US$ 420,4 bilhões em 2017, refletindo uma expansão de 21,6% em comparação à receita de US$345,9 bilhões de 2016, de acordo com o estudo "Market Share Analysis: Semiconductors, Worldwide, 2017", do Gartner, Inc.
"2017 viu dois marcos da indústria de semicondutores - o faturamento setorial ultrapassou os US$ 400 bilhões e a Intel, vendedor número nos últimos 25 anos, foi deslocada para segunda posição pela Samsung Electronics", afirma George Brocklehurst, diretor de pesquisas do Garter. "Ambos os marcos aconteceram devido ao rápido crescimento no mercado de memórias - a carência de suprimentos levou ao aumento de preços de DRAM NAND flash", complementa.
O mercado de memórias aumentou cerca de US$ 50 bilhões e atingiu US$ 130 bilhões em 2017, com crescimento de 61,8% desde 2016. O faturamento da Samsung só com memória aumentou cerca de US$ 20 bilhões em 2017, levando a companhia a ocupar o posto de número 1 do mercado. Porém, o Gartner prevê que a liderança da companhia terá vida curta e irá desaparecer quando o mercado de memória entrar no ciclo de contração, o que é mais provável que ocorra no final de 2019.
O pujante segmento de memórias ofuscou o forte crescimento de outras categorias em 2017. Semicondutores não-memória cresceram US$ 24,8 bilhões atingindo US$ 290 bilhões e expansão de 9,3%. Vários fornecedores com amplo leque entre os 25 maiores vendedores de semicondutores, Texas Instruments, STMicroelectronics e Infineon, experimentaram elevado crescimento à medida em que dois mercados chave - industrial e automotivo - continuaram com crescimento de dois dígitos.
O faturamento combinado dos 10 maiores vendedores de semicondutores cresceu 30,6% em 2017 e foram responsáveis 58% do mercado total, superando o restante do mercado que verificou o crescimento mais ameno de 11% na receita.
FUSÕES E AQUISIÇÕES - 2017 foi um ano em que as fusões e aquisições perderam a velocidade, com cerca da metade do volume financeiro em acordos e em número de acordos fechados em comparação a 2016. Todavia, o mercado de semicondutores continua a ver a escalada do tamanho dos acordos com maior complexidade, o que torna mais desafiador o fechamento dos negócios.  A Avago bateu o recorde em 2016 com a aquisição da Broadcom por US$ 37 bilhões. Esse recorde pode ser quebrado em breve pela da aquisição da NXP pela Qualcomm por US$ 44 bilhões - a conclusão do negócio ainda depende da aprovação das autoridades antitruste.
IoT - O crescimento da Internet das Coisas (IoT) tem impacto significativo no mercado de semicondutores, com produtos standard de aplicação específica (ASSPs) para aplicações de consumo aumentaram 14,3% e as  ASSPs industriais aumentaram 19,1% em 2017. Semicondutores para conectividade wireless apresentaram o crescimento mais elevado, de 19,3% em 2017, atingindo US$ 10 bilhões pela primeira vez, apesar dos preços menores dos componentes e do reticente mercado da indústria de smartphones.


Comente essa notícia