Notícias

Eletrônica e Informática

27/07/2018 - IPESI INFORMA

Foco na inovação e eficiência na entrega de componentes é chave para o sucesso da Mouser



A Mouser Electronics atingiu a marca de US$ 1 bilhão em componentes eletrônicos comercializados em todo o mundo em 2018, no último dia 16 de julho. Se o ritmo das entradas de pedidos for mantido, a empresa fechará o ano com receita próxima aos US$ 2 bilhões em vendas. A expectativa é que em 2023, a empresa tenha vendas anuais da ordem de US$ 5 bilhões.

Esse desempenho certamente não é obra do acaso. As instalações da companhia, em Mainsfield, no sul da Dallas, no Texas, Estados Unidos, impressionam pelo tamanho e nível de automação. Um aspecto interessante é a quase totalidade dos funcionários da companhia que cruzou com um grupo de visitantes brasileiros (do qual fazia parte este jornalista), cumprimentou-nos ou dirigiu um sorriso, o que sugere que os trabalhadores estão satisfeitos com o que fazem.

Para se ter idéia, a Mouser Electronics é distribuidor autorizado mais de mais de 700 fabricantes de componentes de todo o mundo. A companhia tem clientes em 220 países e territórios e o Brasil faz parte dessa longa lista.  Como base de comparação, a poderosa Federação Internacional de Futebol (Fifa) tem 211 países e territórios filiados; o Comitê Olímpico Internacional (COI) tem 206 e a Organização das Nações Unidas (ONU), 193. Nada mal para uma companhia que até 2007, quando passou a fazer parte do grupo de Warren Buffett, Berkshire Hathaway, estava longe de ser uma das líderes mundiais do segmento de distribuição de componentes eletrônicos.

Nesses 220 mercados geográficos em que atua, somam mais de 600 mil clientes. E o rol não para de crescer. A cada dia 1.128 clientes são adicionados em média no banco de dados da companhia. No primeiro trimestre de 2017 foram 41 mil, dos quais 56% são de fora dos Estados Unidos.

A companhia mantém em estoque mais de 860 mil itens em para pronta entrega. É bom esclarecer que nenhum desses itens do estoque está em regime consignação. É capital imobilizado, portanto. Assim, o rápido giro do estoque é essencial para o bom andamento dos negócios da companhia. Para isso, a companhia busca proporcionar a melhor experiência de compra ao cliente, não importando o volume de compras - a Mouser Electronics atende pedidos a partir de uma única unidade de componentes.

Esta política de atender pedidos a partir de um único componente cria cenários curiosos na área altamente automatizada de armazenamento de componentes: funcionários destacando manualmente o número de componentes que chegam enfitados, de acordo com o volume do pedido feito. Não é raro ver também funcionários, devidamente "aterrados", pesando determinado volume de componentes.

Essas cenas acontecem num ambiente de armazenagem com 57 mil m² (que deverá aumentado substancialmente em breve), equipado com mais de 3,5 milhas (pouco mais de 5,6 km) de correias transportadoras que movimentam incessantemente milhares de caixas com componentes que entram e saem. São 14 pedidos processados por minuto por meio de envio automatizado. Cerca 850 iPADs e 100 iPODs são usados para processar os pedidos. Em 2017 foram enviadas 4,7 bilhões de peças.

O alto nível de automação não significa a dispensa de mão de obra humana. São mais de 1 mil funcionários na área de armazenamento. No mundo a companhia emprega cerca de 2.100 funcionários.

Tanto os funcionários como a automação são necessários para atender aos pedidos de forma ágil e com baixíssimo índice de falhas. O rápido envio dos pedidos por meio de courier garante que a maior parte dos pedidos chegue às mãos do cliente em um dia, no mercado dos EUA. Em outros países os pedidos chegam em um ou dois dias em média. Em São Paulo, não são raros os casos em que o pedido chega em um dia após o processamento do pedido. Os pedidos chegam no prazo determinado em 99,9% dos casos

NOVIDADES - Além da rapidez no processamento de pedidos, a Mouser Electronics se propõe também a colocar no mercado mundial as mais recentes inovações em componentes. E, de fato, o faz. Até porque não são poucos os fabricantes que disponibilizam seus lançamentos à empresa com a máxima agilidade para ser estocado para comercialização.

Aliás, a companhia se apresenta como focada na rápida introdução de novos produtos de seus parceiros fabricantes para os engenheiros de projeto eletrônico e compradores. Na verdade, a empresa atende todo o leque de compradores de componentes eletrônicos, do desenvolvedor de produtos a fabricantes de produtos, além das Electronics manufacturing services (EMS), que costuma atender com a complementação de volume.
BRASIL - A Mouser Electronics vem obtendo desempenho positivo também no mercado brasileiro. De acordo com Mauro Salomão, gerente de Marketing e Gerente de Negócios para a América Latina e Canadá, até 2017, a companhia cresceu mais de 40% ao ano em média. Em 2018, ano que o executivo considera atípico por conta das eleições presidenciais no país e Copa do Mundo, a performance está abaixo da média dos anos anteriores, mais ainda assim em crescimento invejável. "Até junho crescemos de 20 a 25% no Brasil", afirma. "No momento é difícil prever como fecharemos o ano devido à instabilidade política e econômica do país", complementa, acrescentando que a companhia como estuda novos investimentos no Brasil.

Segundo Salomão, a Mouser Electronics tem bom desempenho no Brasil (e no mundo) por ações que se somam à eficiência na entrega dos pedidos e ao foco na disponibilização das mais recentes novidades tecnológicas. Um exemplo é que o cliente do Brasil que ligar para o telefone 0800 da companhia será sempre atendido por uma pessoa e em português do Brasil. O cliente só cairá numa Unidade de Resposta Audível (URA) se todos os ramais de atendentes de língua portuguesa estiverem ocupados. A URA dará a opção de ser atendido em inglês. A revista Ipesi Eletrônica e Informática conversou informalmente com alguns clientes que ligaram para o telefone 0800 da companhia e os comentários foram elogiosos. Além do português, a Mouser Electronics pode atender em outras 16 línguas diferentes. A companhia tem 23 filiais, website em 63 países (subdomínios) e aceita 27 moedas online. (Franco Tanio. O jornalista viajou aos EUA a convite da empresa)

Comente essa notícia