Notícias

Metal Mecânica

31/08/2018 - IPESI INFORMA

Receita líquida do setor de bens de capital cresce 4,7% de janeiro a julho

A indústria brasileira de bens de capital mecânicos apresentou receita líquida total de R$ 6.790.48 milhões em julho, o que reflete queda de 4,1% em relação ao mês anterior e crescimento de 10,6% na comparação com julho de 2017. No acumulado do ano, a receita total no valor de R$ 42.134,05 milhões é 4,7% maior que no mesmo período ano anterior.

A receita líquida interna de R$ 4.098,66 milhões no mês de julho é 10,5% superior ao verificado em junho de 2018 e 11,7% superior ao mesmo mês de 2017. No acumulado até julho, a receita doméstica foi de R$ 22.761,47 milhões, o que indica queda de 4,9% em relação aos primeiros sete meses de 2017.

O consumo aparente no valor de R$ 10.197,42 milhões no mês de julho indica crescimento de 11,3% na comparação com o mês de junho e de 25,3% em relação ao mesmo mês de 2017. O acumulado do ano de R$ 57.315,29 milhões reflete uma expansão de 10,5%. Esses dados foram divulgados pela Abimaq no último dia 28 de agosto.

Para a entidade, a queda de 4,1% na receita líquida total no mês de julho em relação ao mês anterior já era prevista pela sazonalidade e, também, pela base de comparação que foi inflada pela vendas que ficaram represadas devido à greve dos caminhoneiros no final de maio. A Abimaq frisa que o comportamento das receitas no mês de julho é coerente com o desempenho sazonal do setor. Destaca ainda que em relação ao ano de 2017 houve o importante crescimento de 4,7% na receita líquida total, embora o nível se mantenha bem abaixo dos cerca dos R$ 11 milhões do período pré-crise. A Abimaq mantém a expectativa de encerrar 2018 com crescimento acumulado de cerca de 7% em relação a 2017.

Comente essa notícia