Notícias

Metal Mecânica

04/09/2018 - IPESI INFORMA

Mapal se prepara para cenário em que volume de usinagem no setor automotivo entrará em declínio

O grupo Mapal, um dos fabricantes líderes de ferramentas de precisão para usinagem, obteve crescimento significativo no ano fiscal de 2017. As vendas consolidadas do grupo saltaram de 575 milhões de euros em 2016 para 610 milhões de euros em 2017. "Estamos muito satisfeitos com os resultados", resume o Dr. Jochen Kress, presidente do grupo.

De acordo com Kress, sua companhia busca o crescimento também nos próximos anos e vem desenvolvendo atividades para a continuidade do crescimento sustentável. Por isso, novamente a Mapal investe 6% do volume de vendas em pesquisa e desenvolvimento.

Para responder aos desafios que se colocam como a redução nas emissões de CO2 e a transformação digital, a Mapal adotou a reorientação estratégica mais recentemente. "Nós temos, por exemplo, abordado o tópico da mobilidade elétrica desde os estágios muito iniciais", especifica Kress. A companhia transferiu sua competência na usinagem de peças do powertrain (grupo propulsor) convencional para a usinagem de peças a serem aplicadas nos veículos híbridos ou elétricos e hoje oferece soluções de processamento completo de partes a serem usinadas também para esse setor, incluindo todo o serviço de suporte para as ferramentas.

"Nós prevemos que em longo prazo o volume de usinagem na indústria automotiva irá declinar", declara Kress. Apesar da proximidade com a indústria automotiva, a companhia se prepara para esse cenário. "Em adição ao nosso forte comprometimento com a indústria automotiva, planejamos intensificar nossas atividades no setor aeroespacial. Além disso, vamos apresentar soluções completas para ferramentais e produção de moldes", promete o presidente.

Ao mesmo tempo, a companhia continua com foco na transformação digital e a conectividade universal. "O eficiente gerenciamento de dados, em particular, nos atingiu muito rapidamente como um dos maiores desafios da transformação digital nos negócios da usinagem. Nós reagimos a essa necessidade com a plataforma open cloud c-Com, para a qual fundamos a c-Com GmbH em 2017", explica Kress. Com a c-Com, a companhia criou uma plataforma inovadora open cloud que não apenas conecta toda a cadeia de suprimentos, como também atende os desafios das companhias no campo do material de usinagem. "Criamos uma solução transetorial e não uma solução isolada", enfatiza.

Comente essa notícia