Notícias

Eletrônica e Informática

05/09/2018 - IPESI INFORMA

Há dois modelos de tomadas de três pinos no Brasil

Imagine a seguinte situação: ao tentar ligar um novo aparelho eletrônico, os pinos do plugue não encaixavam nos orifícios da tomada. Ora, tanto o plugue quanto o espelho estão de acordo com o novo padrão brasileiro, ou seja, possuem os três pinos circulares com encaixe hexagonal na tomada. Por que não deu certo?

Muitas pessoas não sabem, mas existem dois modelos de tomadas de três pinos. Isto acontece porque os aparelhos possuem diferentes demandas de corrente elétrica (medida em Ampères, A), que é diferente de tensão (medida em volts, V).

Para aparelhos que operam em correntes de até 10 A, o pino possui o diâmetro de 4 mm. Já para os aparelhos entre 10 e 20 A, como micro-ondas e geladeiras, o pino é de 4,8 mm. Como se pode notar, a diferença é ínfima - menos de 1 mm, mas por segurança, criou-se a impossibilidade de conexão de aparelhos de 10 a 20 A em tomadas com suporte até 10 A.

"Esta variação entre diâmetros preserva a tomada e a fiação do risco de sobreaquecimento por conta da diferença de corrente elétrica", explica Lucas Machado, engenheiro eletricista da Steck. "A impossibilidade de encaixe direto já elimina este risco, mas muitas pessoas ainda ignoram a possibilidade de causar um incêndio ao improvisar com adaptadores."

Para identificar se uma tomada é de 10 ou 20 A, verifique a marcação no interior do encaixe. Nos aparelhos, basta verificar em etiquetas próximas ao plugue ou no manual do usuário.

Trocar simplesmente uma tomada por outra não é a solução. Para converter o uso, é preciso que o circuito ligado à tomada esteja preparado para receber os aparelhos, o que requer auxílio profissional.

Comente essa notícia