Notícias

Metal Mecânica

06/09/2018 - IPESI INFORMA

WEG desenvolve sistema de manutenção preditiva baseada em IoT



A manutenção preditiva é uma técnica de manutenção baseada no acompanhamento do comportamento de componentes e no diagnóstico antecipado de possíveis descontinuidades, através da análise de dados coletados por meio de monitoramentos ou inspeções em campo. Porém, na maioria das instalações, o esforço dos times de manutenção está concentrado em etapas críticas do processo fabril, como aquelas que envolvem grandes máquinas, por vezes negligenciando pequenos equipamentos e aplicações que podem causar danos de baixa relevância. Devido a este fator, a verificação de pequenas máquinas na rota de manutenção em campo ou até mesmo a instalação de sensores tradicionais para monitoramento permanente representavam custos desnecessários, o que abriu oportunidade para novas tecnologias.

Buscando atender às demandas de manutenção preditiva de máquinas elétricas até então pouco inspecionadas, a WEG desenvolveu uma solução de monitoramento de baixo custo: o WEG Motor Scan. O dispositivo capta os dados do motor, envia ao smartphone/tablet ou Gateway via Bluetooth que, ao dispor de acesso à internet, encaminha todas as informações para a nuvem onde a WEG IoT Platform oferece várias ferramentas de gestão da planta.

Trata-se de um ecossistema que promove a troca de informações, formado por um sensor, um aplicativo para dispositivos inteligentes e um portal, que interagem sem necessidade de intervenção humana, totalmente conectados via web, caracterizando a indústria 4.0. Com base nos dados capturados e enviados para a nuvem, é possível tomar decisões mais rápidas e assertivas principalmente nos casos de manutenção preditiva, garantindo maior eficiência e vida útil do motor.

Assim, com uma instalação fácil e baixo custo de aquisição e operação, a equipe de manutenção amplia seu alcance sobre os equipamentos da planta, antecipando e reduzindo paradas indesejadas. As vantagens vão desde o menor custo de manutenção, com a otimização do tempo das equipes, até a maior disponibilidade de máquinas para a fábrica.

APLICAÇÕES - A WEG monitora motores em diversas aplicações em duas de suas unidades fabris através do WEG Motor Scan: exaustores, esteiras transportadoras, jatos de granalha, recirculadores de ar, compressores e bombas hidráulicas.

Em um caso recente, o WEG Motor Scan emitiu um alerta programado à equipe de manutenção referente a uma anomalia. No Departamento de Fabricação IV há quatro unidades de recirculação de ar idênticas e a Unidade 3 apresentou vibração elevada. Com a oportunidade de programar a intervenção, a equipe de manutenção identificou uma falha na fixação da máquina. Após a ação corretiva, os níveis de vibração voltaram ao normal e, devido à ação antecipada, a fábrica não sofreu interrupções inesperadas.

O sistema se mostrou robusto mesmo quando aplicado em máquinas que estão expostas às intempéries e em processos com resíduos suspensos, devido à sua concepção construtiva e o método de fixação, que o tornam um dispositivo resistente. No Parque Fabril I, a empresa monitora motores ligados a sistemas de exaustão que estão ao ar livre e algumas operações da planta do metalúrgico, onde motores e sensores estão expostos aos resíduos dos moldes de fundição.

A percepção da equipe de manutenção da empresa é positiva: a experiência com a aplicação do WEG Motor Scan mostrou que o sensor é de fácil instalação e que as possibilidades de análise de comportamentos do motor estimulam o comprometimento de todos os usuários envolvidos (mantenedores, técnicos e chefes) com a manutenção preditiva, bem como desperta o interesse por equipamentos que antes eram lembrados somente após a quebra.

Comente essa notícia