Notícias

Metal Mecânica

14/09/2018 - IPESI INFORMA

TaeguTec se adapta ao dinâmico cenário da indústria automobilística



A indústria automotiva mostrou nesse primeiro semestre de 2018 uma forte recuperação, comparado com o mesmo período do ano anterior. Cresceu 14,9% e continua firme para fechar o ano com relativo sucesso, mas esse crescimento ainda é pouco, frente a alta carga ociosa que as autopeças e montadoras trabalham.
O mercado pouco comprador é resultado do alto nível de desemprego, baixa renda e crédito limitado, e a solução é apostar no mercado externo, no entanto, enfrentando uma guerra global pela competitividade.

Não bastassem os problemas socioeconômicos e políticos que o país vem enfrentando, a rapidez das inovações tecnológicas, a fabricação de veículos mais seguros, confortáveis, eficientes e conectados, ainda é necessária uma adaptação ao novo cenário ditado pelo mercado, com um novo público preocupado não só em adquirir um meio de transporte, mas também com questões sociais e ambientais.

O desafio também é trabalhar com a nova geração, a da era digital, que vem perdendo cada vez mais o interesse por ter um automóvel, em função do crescente aumento dos aplicativos de transporte. Motivo pelo qual o automóvel já não tem o apelo absorvido pelas gerações anteriores.

Por conseguinte, o Governo Federal, frente às expectativas e necessidades da cadeia automotiva, liberou recentemente o programa Rota 2030, para o desenvolvimento da indústria automotiva nacional substituindo o Inovar-Auto, encerrado no fim de 2017. Com esse programa os veículos oferecidos serão cada vez mais eficientes, seguros e sustentáveis, reduzindo as emissões de CO2, melhorando dessa forma a qualidade do meio ambiente e de vida da sociedade.

Ao manter uma indústria automobilística ainda mais forte, capaz de competir no mercado mundial em função dos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, o país e o setor garantem mais previsibilidade e segurança jurídica, permitindo o planejamento adequado para continuar com os investimentos no Brasil.

Porém, para manter e melhorar os resultados da indústria automotiva é preciso realizar investimentos em novas tecnologias visando a produtividade. Esse é um dos fundamentos da "Indústria 4.0", que com a utilização dos recursos digitais tem como objetivos a diminuição de custos, minimização de erros e falhas que podem ocorrer durante a cadeia produtiva, melhor utilização dos recursos e o aumento da produtividade.
A Taegutec busca incansavelmente o aumento da produtividade, procurando se adaptar a esse novo e dinâmico cenário, focando em produtos inovadores, processos de usinagem e soluções segmentadas e completas que tornam as aplicações lucrativas frente às atuais alternativas de mercado.

Soluções completas que envolvem desde a fabricação de um componente de motor à combustão até aos novos e eficientes motores elétricos e também nos blocos de motor em alumínio que tornam oveículo mais leve, mais econômico e menos poluente.
Soluções também com classes e geometrias preparadas para usinagem de ligas cada vez mais leves e resistentes e de difícil usinabilidade.

Na nova instalação, a companhia está preparando um moderno centro de desenvolvimento técnico, com parceiros rigorosamente selecionados, por possuírem a mesma característica e perfil produtivos e empreendedores, capaz de realizar treinamentos cada vez mais focados nas necessidades dos clientes da empresa, realização de try-outs e testes para assegurar proporcionar  sempre a melhor solução tecnológica, econômica e sustentável.

A TaeguTec está se preparando e se adaptando todos os dias às oscilações do mercado, de modo a implementar melhores ações e estratégias para enfrentar os momentos tempestuosos pelos quais estamos passando. A empresa quer a liderança de mercado e acredita que só existe um caminho para alcançar esse objetivo: adaptar e trabalhar mais, e nunca perder de vista esse mercado que está em constante mutação. (foto/divulgação)

Comente essa notícia