Notícias

Metal Mecânica

24/10/2018 - IPESI INFORMA

Hypertherm apresenta novo sistema de corte a plasma

A Hypertherm, fabricante de sistemas de corte de metal a plasma, lança seu novo sistema X-Definition, o XPR170. Esse novo sistema de 170 A se junta à XPR300. Agora, ambos são os únicos sistemas com a função X-Definition no mundo. Uma combinação de avanços da engenharia e processos de plasma de alta definição refinados ajudam o plasma de classe X-Definition a proporcionar qualidade de corte a plasma inigualável em aço-carbono, aço inoxidável e alumínio. Testes em laboratório mostram qualidade de corte ISO-9013 Faixa 2 em aço-carbono fino e cortes de Faixa ISO 3 estendido em metais mais espessos.

Assim como a XPR300, a nova XPR170 contém diversos novos processos de patente pendente, como o Vented Water Injection (VWI), amortecimento de plasma e tecnologia vent-to-shield para proporcionar bordas com corte mais reto, angularidade menor e excelente acabamento da superfície em metais não ferrosos, como alumínio e aço inoxidável. É ideal para corte de metais de espessura fina a média. Ao mesmo tempo, o sistema corta mais rápido e usa a energia de forma mais eficiente do que os sistemas da geração anterior da Hypertherm, como o HPR130XD HyPerformance.

A vida útil dos consumíveis e a qualidade de corte ao longo desta duração também foram aumentadas com avanços, como o Cool Nozzle e a Arc response technology. Essa última protege os consumíveis do impacto negativo de erros de redução gradual, algo recorrente em cortes na vida real. Com a redução deste impacto, os consumíveis para XPR podem durar até três vezes mais que os de sistemas da concorrência ou de gerações anteriores.

"Nós gostamos de mudar a percepção das pessoas em relação ao plasma desde o surgimento da XPR300 com plasma X-Definition, um ano e meio atrás", disse Phil Parker, gerente de produto da linha XPR de sistemas a plasma da Hypertherm. "Até mesmo os fabricantes experientes estão surpresos com a precisão que veem e animados pela possibilidade de usar plasma - com um custo de investimento inicial mais baixo - em vez do laser."

Comente essa notícia