Notícias

Metal Mecânica

01/02/2019 - IPESI INFORMA

Setor de bens de capital vai crescer de 5 a 6% em 2019



A indústria brasileira de bens de capital mecânicos fechou 2018 com crescimento de 7% na receita em comparação ao ano anterior, depois de cinco anos consecutivos de queda, de acordo com dados divulgados pela Abimaq. Para 2019, a expectativa é de crescimento um pouco menor - de 5 a 6%.

Em 2018, o crescimento setorial foi baseado principalmente nas exportações, que representaram 47% das vendas. Nesse ano, o crescimento na receita deverá ser baseado na ampliação do mercado interno. A projeção da Abimaq é que a demanda local cresça 10% e as exportações permaneçam estáveis.

A estabilidade nas exportações deverá ocorrer porque o cenário econômico dos principais destinos de exportação dos produtos brasileiros parece menos favorável em 2019. Os EUA e Europa foram os responsáveis por 46% das exportações setoriais em 2018.  Analistas não esperam um quadro econômico mais complicado para os Estados Unidos, mas a expectativa é que a expansão perca um pouco a força, caindo de uma expansão de cerca de 3% em 2018 para 2,5% em 2019.

Já a Europa preocupa mais. A Itália está tecnicamente em recessão depois de a economia do país encolher 0,1% no terceiro trimestre de 2018 e 0,2% no quarto trimestre; a economia da Alemanha cresceu 1,5% em 2018, segundo cálculos preliminares - em 2016 e 2917, a economia do país registrou crescimento de 2,2%. A expectativa é que a economia germânica apresente expansão de 1% em 2019.

As exportações para a América Latina representaram 37,2%. Porém, houve uma redução de 8,6% para a América Latina em geral e de 18,2% para o Mercosul, principalmente devido à redução das compras da Argentina, que recuaram 31% e ficaram 30% abaixo do verificado em 2017.  A expectativa é que a economia argentina comece a apresentar retomada em 2020. (Franco Tanio)

Comente essa notícia