Metal Mecânica

Fagor Automation anuncia novo sistema de automação CNC Quercus

A Fagor Automation anunciou o desenvolvimento do novo sistema de automação CNC Quercus. De acordo com a companhia de origem espanola, é uma solução integral que, além do controle numérico, inclui módulos de regulação (módulos servo), fonte de alimentação, buses de comunicação, spindle motors, e sistemas de fedback full digital.

O desenvolvimento, apresentado na feira de máquinas-ferramenta EMO, realizada em Hannover, na Alemanha, foi concebido para responder aos requisitos de precisão mais elevados e aumentar a eficiência dos processos de fabricação.

Trata-se de uma solução destinada a máquinas de alta tecnologia, como fresadoras, tornos e sistemas de corte a laser, mas que atende também os equipamentos de última geração, como os de manufatura aditiva, sistemas de produção para a indústria de informática, comunicações e eletrônica de consumo, conhecidas como 3C (computer, communication and consumer electronic).

“O Quercus supõe a renovação e a atualização de todo o nosso sistema de automação CNC, começando pelo controle numérico, com algoritmos de controle melhorados e um hardware mais compacto. Atenção especial foi dada aos drives e fontes de alimentação por meio de circuitos de potência e de controle totalmente com novos projetos, que incorporam componentes eletrônicos mais avançados para aumentar a eficiência global”, afirma o chefe Global de Vendas CNC da Fagor Automation, Asier Lopez. A solução dá especial atenção a aspectos, como a facilidade de integração de aplicações de terceiros, flexibilidade e personalização.

O desenvolvimento traz importantes vantagens aos fabricantes de máquinas-ferramenta, como a maior facilidade na montagem e redução significativa do espaço que ocupam os diferentes módulos. Também proporciona benefícios ao usuário final graças à incorporação de uma interface homem-máquina renovada, com telas atualizadas para serem mais intuitivas e fáceis de usar.

NOVIDADES – O sistema conta com hardware totalmente reprojetado e novos circuitos dotados da mais recente tecnologia que permitem economizar espaço no armário elétrico e, portanto, reduzir o tamanho e o custo final das máquinas.

“Renovamos totalmente nossos CNCs, criando uma plataforma de hardware extremamente compacta, com reduções da ordem de 45% nos CNCs integrados e de 60% nos modulares”, informa Eva Gayubo, gerente de Produto CNC da companhia. “Além disso, o Quercus conta com CPUs com mais velocidade de processamento e capacidade de memória para dar suporte a alguns algoritmos de controle melhorados e mais potentes”, complementa.

Tanto os servo drives como as fontes de alimentação foram reprojetados, usando componentes eletrônicos tecnologicamente mais avançados com o objetivo de economizar espaço nos novos circuitos de potência e na eletrônica de controle.

O sistema dispõe de um novo bus para comunicação entre o CNC e os módulos de controle. Trata-se do Sercos III, baseado na tecnologia Ethernet industrial, que permite multiplicar a velocidade até alcançar os 100 MBd, sendo assim possível reduzir o tempo de loop de velocidade dos eixos. A configuração de todo o sistema é mais automática e o CNC identifica os módulos que estão conectados de forma autônoma.

“Ao dispor de uma comunicação mais rápida, o CNC pode receber e gerenciar muito mais informação procedente de todos os eixos da máquina, o que permite passar para um modelo mais centralizado de gerenciamento da informação, uma característica que abre as portas para novos desenvolvimentos que ajudem nossos clientes no processo de transformação digital até a Indústria 4.0”, frisa a gerente de Produto.

O Quercus conta com entradas seriais de feedback em tempo real, o que faz com seja uma solução totalmente digital.

O sistema é idealizado para facilitar as tarefas de operação e, dessa forma, conta um HMI baseado em tecnologia web, que se caracteriza pela simplicidade de programação e portabilidade a outras plataformas, além de apresentar telas reprojetadas, mais intuitivas e simplificadas.

O desenvolvimento oferece também total flexibilidade na hora de desenvolver a estação de controle. “Normalmente cada fabricante conta com mais de um modelo de máquina, com diferentes níveis de desempenho, o que pode exigir diferentes modelos de CNCs. Nossa solução dispõe de uma unidade central mecanicamente compatível com toda a família de CNCs, de forma que o console de controle com o mesmo design pode ser usado em diferentes tipos de máquinas, ainda o modelo de CNC varie”, explica Asier Lopez. (foto/divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados