Metal Mecânica

Pedidos de produtos de tecnologia da manufatura recuam nos Estados Unidos

Os pedidos de produtos de tecnologia da manufatura caíram 3,2% no mês de agosto em relação a julho, totalizando US$ 365,6 milhões no mercado dos EUA, de acordo com dados divulgados pela AMT – The Association For Manufacturing Technology. Em relação a agosto de 2018, houve queda de 27,6%. Porém, é importante considerar que agosto de 2018 foi o melhor mês agosto de todos os tempos, registrando US$ 505 milhões na entrada de pedidos.

Os pedidos acumulados até agosto de 2019 totalizaram pouco menos de US$ 3 bilhões, o que representa uma queda de 14,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. Apesar da queda em relação a 2018, o volume de pedidos de janeiro a agosto de 2019 é o segundo mais elevado desde agosto de 2014.

De acordo com Douglas K. Woods, presidente da AMT há um consenso entre os analistas do setor de que o mercado dos EUA deve retomar o crescimento no próximo verão (do hemisfério norte) e vários meses antes no mercado europeu, retirando a forte pressão dos EUA. “Isso foi refletido na EMO Hannover, onde vimos grandes interesse em acordos comerciais no espaço de exposição, especialmente no pavilhão de Indústria 4.0/IoT, mas sem comprometer grandes capitais, refletindo as incertezas e desafios no mercado europeu”, comenta.

“Olhando para a Ásia, parece que o acordo de livre comércio com o Japão reduzirá substancialmente as tarifas sobre as máquinas-ferramenta importadas do Japão,o que exigirá algum ajuste. No geral, deve haver um impacto positivo no comércio e melhorar a lucratividade e as oportunidades dos setores de agrícola, automotivo e aeroespacial dos EUA, o que pode compensar qualquer efeito negativo da redução de tarifas de produtos de tecnologia da manufatura importados”, analisa Woods.

Mostrar mais

Artigos relacionados