Metal Mecânica

Porta-ferramentas acionado conectado coleta dados e os transmite por Bluetooth em tempo real

O lançamento da nova solução de ferramentas especiais da Sandvik Coromant pretende impulsionar a utilização das máquinas de torneamento e das máquinas-ferramentas multitarefas baseadas em torres ajustadas com porta-ferramentas acionados. Parte da oferta de usinagem digital CoroPlus, a solução Coromant Capto DTH Plus minimiza o tempo parado causado por quebras ao alertar um operador sobre a necessidade de fazer a manutenção de um porta-ferramenta acionado individual, permitindo que os fabricantes obtenham mais da máquina-ferramenta por meio da manutenção preditiva, além de oferecer trocas de ferramentas mais rápidas em aplicações que usam ferramentas acionadas.

A empresa lança o novo produto para solucionar um problema comum a muitos fabricantes: saber o momento ideal para fazer a manutenção de seus equipamentos e assim evitar a provável quebra do porta-ferramenta. Além de um programa de manutenção planejado, um operador pode usinar com um porta-ferramenta em um ambiente que expõe o equipamento a riscos de danos caros, resultando em falhas de usinagem e paradas não planejadas da produção.

Desenvolvida para complementar o conceito de ferramentas, a solução de porta-ferramenta acionado usa sensores para coletar dados e transmiti-los por Bluetooth, tornando possível a manutenção preditiva do suporte. Graças à funcionalidade da troca rápida, o tempo que um operador precisa para medir, fazer o set-up e trocar a ferramenta é mantido ao mínimo. Além disso, como os porta-ferramentas acionados são equipados Coromant Capto, a solução permite que os operadores usem uma ampla gama de ferramentas de corte de alto desempenho.

A aplicação do software incluída na nova oferta fornece informações em tempo real aos operadores. Entre as informações estão nível de vibração do suporte, possibilitando a monitoração do fuso e da temperatura do porta-ferramentas em tempo real. Outros dados enviados pelos sensores incluem RPM e direção da rotação, reduzindo as chances de exceder os limites do porta-ferramenta acionado e informações atuais e históricas sobre uma ferramenta específica. Além disso, são fornecidos os dados sobre a localização de um porta-ferramenta acionado, incluindo a fábrica, o nome da máquina, a torre e o número da estação.

“Normalmente, a manutenção de um porta-ferramenta acionado é realizada uma ou duas vezes por ano, dependendo do nível de uso, mas não considera a necessidade real de manutenção de um suporte individual. Ao fornecer dados em tempo real, a oferta Coromant Capto DTH Plus permite tomar a decisão correta sobre quando programar uma parada para manutenção, assegurando que o serviço seja realizado quando for necessário e não apenas no planejamento do intervalo. Como resultado, os fabricantes podem ficar tranquilos porque seus porta-ferramentas acionados estarão sempre em boas condições e sua fábrica operará nos mais altos níveis de eficincia”, afirma Mathias Tjomsland, gerente de Produtos de Ferramentas Digitais na Sandvik Coromant.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados