Eletrônica e Informática

SOB Brasil tem certificação ISO 9001 2015

A SOB Brasil é uma empresa com certificação ISO 9001 2015. Segundo Carlos Gaisbauer (foto), supervisor comercial da companhia, a certificação foi um processo complexo e trabalhoso. “Adequar todas as nossas atividades/processos às normas foi uma tarefa cheia de detalhes e regras, porém muito gratificante para mim e com certeza para a SOB. A princípio, a maior dificuldade foi entender a certificação e seus processos devido ao fato de não termos passado por um processo deste antes e como adequar o nosso tempo para que isso fosse possível, sem afetar o trabalho para os nossos clientes”, afirma.

Para desenvolver os trabalhos de adequação às exigências da norma, a companhia contratou a consultoria RA, que ajudou em todo o processo de certificação. “Esta assessoria foi fundamental para a certificação visto a expertise nos processos. Fizemos um planejamento de visitas com pautas e cronograma de ações a serem cumpridas de acordo aos quesitos exigidos para a certificação”, conta Gaisbauer.

O volume de investimento total para a certificação não foi elevado, pois a companhia já tinha muitos processos mapeados e desenhados bastante próximos da norma. Com a certificação, “a principal mudança é a organização e a normalização interna para identificar, adequar e tratar de forma eficiente as não conformidades e procurar atingir a excelência no atendimento ao cliente”, comenta o executivo da SOB, frisando que sua companhia já apresentava uma filosofia coorporativa moderna desde sua fundação, alinhada às mesmas filosofias das matrizes Schurter Suíça e OKW da Alemanha. “Então não foi difícil adequar às normativas exigidas pela certificação ISO 9001 2015”, complementa. O investimento foi da ordem de R$ 15 mil.

MERCADO – Em que pese o momento difícil em que vive o Brasil, a SOB espera encerrar o ano de acordo com o planejado. “Conseguimos manter-nos muito próximos às metas estabelecidas. O momento do país é de fato muito ruim, mas esperamos alcançar nossas metas até o final do ano. Nossos objetivos são definidos através de um planejamento bem elaborado e dentro de uma ótica otimista/realista”, afirma.

O balanço da empresa de 2018 deve apresentar cifras melhores que o de 2017. “Felizmente já podemos afirmar que iremos fechar 2018 com crescimento em relação a 2017, graças aos números já alcançados e pedidos em carteira. Não existe um fator isolado que nos leva a esse patamar, mas sim um conjunto deles que envolve desde o foco no cliente, constante busca pela excelência, um time de funcionários sempre se aperfeiçoando e o reconhecimento do mercado em relação a qualidade dos nossos parceiros e seus produtos e soluções”, encerra Gaisbauer.

ISO 9001 2015 – Alexandre Pierro, fundador da Palas, consultoria em gestão da qualidade, explicou em artigo publicado nesse site (http://ipesi.com.br/ConteudoSite/1283-setembro-80-das-empresas-irao-perder-certificacoes-iso-9001-e-14001), que no
mês de setembro, a versão 2008 da norma ISO 9001 (qualidade) e a versão 2004 da norma ISO 14001 (ambiental) perderão a validade.

Ele afirma que, segundo dados obtidos no site do Inmetro, responsável pela acreditação das normas no Brasil, cerca de 80% das empresas brasileiras certificadas – mais de 19 mil – ainda não efetuaram a migração para a nova versão da norma, que está em vigor desde 2015. As empresas que não fizerem a atualização, perderão a certificação por completo. Entre os motivos para o atraso, estão os cortes advindos da crise, a falta de conhecimento dos empresários quanto à necessidade de atualização e o velho hábito do brasileiro de deixar tudo para a última hora. (foto/divulgação)

Fonte: Ipesi

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *