Metal Mecânica

Tubotech e Wire South America recebem 13 mil visitantes

A 10ª Tubotech – Feira Internacional de Tubos, Válvulas, Bombas, Conexões e Componentes e a 4ª wire South America, realizadas pela Cipa Fiera Milano, com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Tubos e Acessórios de Metal (Abitam), encerraram na quinta-feira (3). Realizados no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, na capital paulista, os eventos receberam 13 mil, de acordo com os organizadores.

Allan Werner Reichenbach, gerente de Desenvolvimento da Reichenbach Equipamentos, destacou a qualidade dos visitantes na wire. “O evento foi muito bom, estamos realmente satisfeitos com os resultados, pois vendemos alguns equipamentos durante a feira. Recebemos um público muito selecionado de empresas com projetos prontos, além de estudantes, que são nossos futuros clientes”, afirmou.

As duas feiras atraíram o interesse de profissionais como arquitetos, consultores, controllers, engenheiros, fabricantes e importadores de máquinas, gestores de manutenção industrial e projetistas vindos principalmente da Argentina, Bolívia, Chile, Espanha, Estados Unidos, Índia, Paraguai, Peru, Turquia e Uruguai, além de todos estados do Brasil.

Na Niehoff, outra expositora da wire, o movimento de visitantes agradou. Para Renate Heying, da diretoria da empresa, as expectativas foram superadas. “Considerando o mercado atual, tínhamos projeções tímidas para a feira, mas tivemos o estande o tempo todo com pessoas interessadas em nossos produtos”.

Para Guilhemo Varella, gerente da Kent do Brasil, os resultados foram positivos. “Atendeu as expectativas em relação aos visitantes e potenciais clientes. Durante a Tubotech, consolidamos negócios que já vinham sendo atendidos antes, e devemos efetivar outros projetos. Como a operação da empresa é recente no Brasil, apenas um ano, viemos à feira para ampliar a visibilidade da marca diante de nossos parceiros e clientes. A expectativa para 2020 é que o setor siga no ritmo maior de crescimento.”

Na Tubos Oliveira a sensação também foi de expectativa atendida. Rogério Quideróli, gerente comercial da empresa, disse que a aposta para os próximos meses é de uma melhora na economia nacional. “Neste ano, percebemos que os setores da construção civil, impulsionado pelo maior número de lançamento de imóveis; e o ferroviário, talvez pela liberação de recursos que o governo está anunciando, devem ativar novos projetos para os fabricantes e distribuidores de tubos. Durante a feira, agendamos algumas reuniões para pós-evento. Nosso objetivo em estar aqui é prospectar negócios e acompanhar as tendências”.Está nos planos da companhia iniciar operações fora do Brasil.

“Tanto a Tubotech como a wire, mais uma vez, cumpriram seus papeis como espaços ideais de oportunidades, relacionamento, aprendizado e respeito, reunindo público e expositores ávidos por vivenciar e oferecer melhor qualidade para o setor da construção”, afirma Rimantas Sipas, diretor Comercial da Cipa Fiera Milano. “Nesta edição, tivemos 13% de empresas novas entre as 500 marcas expositoras, o que é um termômetro do crescimento e da importância da tecnologia no mercado de tubos e fios.” A próxima edição da Tubotech e da wire está confirmada acontecer de 5 a 7 de outubro de 2021, no São Paulo Expo.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados