Metal Mecânica

Contêineres tiveram maior tempo de permanência nos portos brasileiro em julho

Os contêineres de exportação pararam por mais tempo nos portos brasileiros no mês de julho. Já os tempos de permanência (dwell times) dos contêineres de importação estão melhorando, pois as cargas têm sido liberadas mais rapidamente, de acordo com os dados de visibilidade da cadeia de suprimentos rastreados pela project44, a plataforma mundial de visibilidade avançada para expedidores e prestadores de serviços logísticos.

Segundo a project44, o tempo de permanência de contêineres de exportação no Porto de Navegantes (SC) registrou o maior aumento no dwell time, saltando de 7,96 dias em junho para 10,72 dias em julho. Isso representa um aumento de 35% no mês. O Porto de Santos, por sua vez, vem apresentando desde maio um aumento lento, mas constante, nos tempos de permanência. Em julho, o dwell time médio julho ficou em 6 dias.

Já o tempo de permanência dos contêineres de importação nos portos brasileiros vem melhorando ao longo do ano. O Porto de Paranaguá (PR) apresentou a maior melhora, caindo 31% de março para julho (8,77 dias de dwell time médio para 6,09 dias).

“A melhora geral reflete a capacidade de a cadeia de suprimentos (caminhões e trens) liberar os contêineres de importação dos portos assim que eles chegam de navio”, afirma Josh Brazil, vice-presidente de Supply Chain Insights da project44.

Já os atrasos nas remessas da China, o maior parceiro comercial do Brasil, estão atualmente em 1,6 dia.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo