Eletrônica e Informática

Maior termelétrica do Brasil em geração a partir de múltiplas biomassas começa a ser construída em São Paulo

A Usina Termelétrica Cidade do Livro, do Grupo IBS Energy, iniciará a sua fase de construção. Com investimento de R$ 650 milhões, será a maior termelétrica do Brasil voltada para a geração de bioenergia e bioeletricidade por meio de múltiplos tipos de biomassa. Localizada em Lençóis Paulista, interior de São Paulo, foi o único empreendimento “verde” a vencer primeiro leilão de reserva de capacidade da Aneel, em 2021. A cerimônia que marca o começo das obras será realizada no próximo dia 30 novembro.

 

Com 80 MW de capacidade instalada, a planta produzirá energia suficiente para abastecer uma cidade de 1 milhão de habitantes. Instalada em uma área de 146 mil m², irá movimentar para o seu abastecimento uma área equivalente a 20 mil hectares de floresta plantada de eucalipto. Com a queima direta de biomassa em caldeira a vapor, a planta deverá gerar 250 t/h de vapor, operando com dois geradores de 40 MW, cada.

 

Entre os principais insumos utilizados para a geração de energia estão o bagaço e a palha da cana-de-açúcar e o cavaco de madeira, com flexibilidade para utilizar outros tipos de biomassa, como resíduos florestais, palha de milho e demais fontes oriundas da agroindústria da região.

 

O nome da UTE é uma homenagem a região onde ela está instalada, Lençóis Paulista, reconhecida oficialmente pela união como a “Capital Nacional do Livro”. O local reúne uma série de fatores logísticos e ambientais favoráveis, como o apoio da administração pública, acesso logístico, ampla oferta de biomassa, disponibilidade de água e infraestrutura para o escoamento de energia.

 

“Lençóis Paulista possui uma grande oferta de biomassa e resíduos oriundos das empresas que ali estão instaladas. Além disso, a região apresenta ótima infraestrutura logística. O apoio do poder público local e a receptividade da comunidade, também foram fatores determinantes na escolha da cidade como berço da nossa termelétrica”, afirma Luiz Mello, CEO do Grupo IBS Energy.

 

Alinhado ao conceito de sustentabilidade, a unidade contribuirá com o meio ambiente por meio da utilização da água de esgoto do município de Lençóis Paulista, para resfriamento da planta industrial, poupando recursos naturais, bem como dispêndio de recursos públicos para o tratamento da água. Além disso, toda a energia gerada será certificada com origem de fonte renovável, que comprova a origem do processo, com o balanço positivo na pegada de carbono que o projeto apresenta.

 

Outro destaque é a geração de emprego e renda na região. Durante a fase de obras, a usina prevê a criação de 1500 vagas de empregos diretos e indiretos por todo o ciclo de vida do empreendimento, possibilitando incremento de renda para a comunidade local.

 

A UTE Cidade do Livro é o primeiro projeto do Grupo IBS Energy em geração própria, que será comercializada no mercado livre de energia elétrica. O projeto possui todas as condições necessárias, com contratos assinados com a CEETEP e CPFL referente a linha de distribuição e ponto de conexão para o despacho da energia. A operação comercial está prevista para julho de 2026.

 

“O Brasil conta com uma matriz energética sustentável, com 83% de fontes renováveis. Devido a urgência de se fazer a transição para uma energia de baixo carbono, precisamos investir fontes naturais e que ofereçam segurança energética. Esse é o primeiro projeto com essas características e escala no Brasil, diversas inovações em seus processos, capazes de trazer inovação e desenvolvimento do ponto de vista econômico e ambiental”, conclui Luiz Mello. (imagem/divulgação)

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo