Metal Mecânica

Mercado de ferramentas de corte de metal duro deve crescer 4,8% ao ano até 2028

Mercado de ferramentas de corte de metal duro deve crescer 4,8% ao ano no período de 2020 a 2028, a taxas compostas, e atingir US$ 15.320,99 milhões em 2028, de acordo com o relatório “Carbide tools market forecast to 2028”, publicado pela Insight Partners. De acordo com o estudo, o mercado era avaliado em US$ 10.623.97 milhões em 2020.

Ferramentas de metal duro são usadas na produção em indústrias automotiva, aeroespacial, ferroviária, de móveis e carpintaria, energia e equipamentos de saúde, por exemplo. Nessas indústrias, ferramentas de corte especiais são usadas para projetar e fabricar um produto, o que impulsiona a demanda por ferramentas de metal duro.

Desenvolvimentos crescentes no projeto de fabricação e requisitos crescentes para aumentar a eficácia da produção estão estabelecendo a base para o avanço tecnológico máquinas-ferramenta, aumentando assim a demanda por ferramentas de metal duro. Atualmente, existem dois tipos principais de ferramentas de corte sendo significativamente usados ​​em diferentes indústrias: as de aço rápido (HSS) e de metal duro. Essas ferramentas são amplamente utilizadas em aplicações de usinagem devido às suas características, como alta velocidade, tempo de ciclo reduzido, longa vida útil, retenção da aresta de corte em alta temperatura e alta resistência ao desgaste na aresta de corte. A popularidade crescente das ferramentas de metal duro, especialmente em aplicações de manufatura, é um dos fatores significativos que devem impulsionar o mercado durante o período de previsão.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo