Eletrônica e Informática

Samsung anuncia que recurso de apneia do sono, desenvolvido no Brasil, é autorizado pela FDA

A Samsung Electronics Co., Ltd. anuncia que o recurso de apneia do sono, presente no aplicativo Samsung Health Monitor, recebeu autorização da Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos. Este recurso, que detecta sinais de apneia do sono quando se utiliza um Samsung Galaxy Watch em conjunto com um smartphone compatível, foi desenvolvido pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung no Brasil, localizado em Campinas (SP).

 

A pesquisa e desenvolvimento da tecnologia envolveu uma coleta de dados em larga escala em parceria com renomadas instituições do Brasil, Coreia do Sul e EUA especializadas na área do sono, gerando uma amostra representativa da população que será beneficiada por esta tecnologia. Utilizando esses dados, técnicas de Inteligência Artificial foram treinadas para aprender os padrões relacionados aos sintomas da apneia do sono e a solução final foi incorporada em dispositivos Samsung, permitindo a detecção de sinais de apneia do sono diretamente nos dispositivos.

 

O trabalho colaborativo entre a matriz e os centros de pesquisa e desenvolvimento do Brasil e dos EUA possibilitou a aprovação pela FDA, cujo processo foi conduzido pelo Samsung R&D Institute nos EUA. Isso fez da Samsung a primeira empresa a ter esse tipo de aprovação para comercializar a tecnologia nos EUA.

 

Em parceria com o Instituto do Sono, foram feitas a preparação de dispositivos para as coletas, treinamento das equipes para realização as coletas corretamente, recebimento e análise dos dados, preparação dos dados para desenvolver os algoritmos de detecção de apneia, pesquisa e desenvolvimento para gerar os algoritmos de detecção de apneia, e implementação e otimização dos algoritmos para rodarem embarcados no Galaxy Watch e no smartphone.

 

O recurso tornou-se o pioneiro desse tipo a receber a autorização da FDA, seguindo a aprovação anterior do Ministério de Segurança Alimentar e Medicamentos da Coreia do Sul (MFDS), anunciada em outubro do ano passado na Coreia do Sul.

 

O recurso de apneia do sono possibilita que pessoas com mais de 22 anos, que ainda não foram diagnosticadas com apneia do sono, identifiquem sinais de apneia obstrutiva do sono (AOS) moderada a grave ao longo de um período de monitoramento de duas noites.

Para utilizar esse recurso, as pessoas podem monitorar seu sono em duas ocasiões, totalizando mais de quatro horas, durante um período de dez dias.

 

A apneia do sono é uma condição comum e crônica que frequentemente passa despercebida e sem tratamento. Ela faz com que uma pessoa pare de respirar enquanto dorme e muitas vezes pode resultar em interrupções no fornecimento de oxigênio, diminuição da qualidade do sono e fadiga diurna.

 

A apneia do sono não tratada pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares, como hipertensão, doença arterial coronariana, insuficiência cardíaca, arritmias cardíacas e acidente vascular cerebral.

 

De acordo com a National Sleep Foundation (NSF), cerca de 25% dos homens e 10% das mulheres nos EUA sofrem de apneia do sono. Espera-se que o novo recurso do aplicativo Samsung Health Monitor auxilie mais pessoas na detecção proativa de formas moderadas ou graves dessa condição. Como resultado dessa detecção, espera-se que as pessoas busquem atendimento médico, reduzindo, assim, a possibilidade de complicações relacionadas à saúde. (foto/divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo