Metal Mecânica

Timtos, feira de máquinas a ser realizada em Taiwan, deverá gerar US$ 1,6 bilhão em pedidos

Com a presença confirmada das grandes empresas do setor de máquinas e equipamentos de Taiwan, como Hiwin Technologies Corp., Fair Friend Group e Victor Taichung Machinery Works Co, e empresas do exterior, como a Siemens, Fanuc, DMG Mori e Mazak, a Taipei International Machine Tool Show (Timtos), será realizada de 15 a 20 de março de 2021, ocupando o Taipei Nangang Exhibition Center Hall 1 e Hall 2 e o World Trade Center Hall 1. Cerca de 7 mil estandes serão ocupados de forma física e aproximadamente 1 mil players da indústria setorial farão a exibição de  forma virtual. Trata-se assim de evento híbrido que combina feira de negócios física e virtual. A expectativa é que evento proporcione US$ 1,6 bilhão em pedidos, afirmou Pa-Hsi Ko, presidente da Tami, a associação que representa a indústria do país, em coletiva de imprensa no do dia 20 de janeiro.

A Timtos será a primeira feira de máquinas-ferramenta do mundo a ser realizada de forma presencial depois da pandemia da Covid-19 e, na opinião de Ko, o formato híbrido deverá se tornar o padrão para esse tipo de feira de negócios pela vantagens que proporciona, já mesmo pessoas que não podem viajar a Taiwan podem conhecer todos os produtos de forma online e realizar negócios de forma virtual. Aliás, na plataforma virtual, o evento se estende até 15 de abril.

Destaca-se que Taiwan, um país cuja economia é extremamente dependente das exportações, tem toda uma estrutura para auxiliar as empresas locais a realizar negócios no exterior, por meio do Taiwan External Trade Development Council (Taitra), que conta com 60 escritórios espalhados no mundo, incluindo um em São Paulo (SP), que pode dar todo o suporte necessário à realização dos negócios entre empresas que participam da Timtos e do exterior.

De acordo com o presidente da Tami, as exportações de máquinas e equipamentos cresceram em dezembro pelo quarto mês consecutivo na comparação ano a ano, o que sugere que a indústria setorial inicia o processo de retomada, depois da forte queda causada pela pandemia da Covid-19.  O executivo diz que os pedidos de máquinas e equipamentos vêm aumentando nesse primeiro trimestre e a expectativa é que o movimento continue no segundo trimestre. A Tami projeta que o valor de produção de máquinas-ferramenta em 2021 cresça entre 15 e 20% em relação ao ano passado.

Para James Huang, presidente do Taitra, a indústria de máquinas-ferramenta de Taiwan deve retomar o crescimento em 2021 devido ao investimento pelo retorno do capital taiwanês do exterior, o aumento na demanda por comunicações de longa distância e 5G e a recuperação da demanda nos setores automotivo, semicondutores, componentes eletrônicos e indústrias de bicicletas. (Franco Tanio)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo