Artigos e Cases

5G irá aproximar as telcos de diversas atividades econômicas

 

 

Leandro Lopes (*)

 

As tecnologias de computação em nuvem de próxima geração permitirão às operadoras de telecomunicações aproveitar uma infinidade de oportunidades tanto para o mercado quanto para otimização interna.

À medida que a próxima onda de conectividade entra no cenário de negócios, empresas do setor que modernizam seu legado de tecnologia estarão em posição de fornecer os melhores serviços da categoria e alterar radicalmente a maneira como operam.

Segundo analistas de tecnologia do Gartner em um relatório sobre o impacto que o 5G terá nas operadoras globais, a indústria de telecomunicações tem todos os recursos técnicos para ser bem-sucedida em um mundo 5G, mas precisará se adaptar ao ambiente em mudança muito rapidamente. Dada a base diversificada de clientes empresariais, o relatório aponta que as operadoras devem mudar de uma estratégia baseada no produto para uma estratégia baseada no cliente que seja focada nas necessidades exclusivas de cada um.

As telcos já trazem tecnologias avançadas para o atendimento ao cliente, mas o 5G adiciona uma nova camada de complexidade para atender a esse público. Como a infraestrutura, para o que é comumente chamado de quarta revolução industrial, o 5G trará à indústria de telecomunicações um relacionamento mais próximo e vital com setores de manufatura, automotivo, transporte, saúde, agricultura e varejo.

Os dispositivos conectados irão remodelar a forma como as comunidades viajam, lidam com a saúde, adquirem mercadorias e como a comida chega às suas mesas. Esses negócios e suas demandas de conectividade serão novos e, em alguns casos, exclusivos para seus mercados. Os provedores de telecomunicações precisarão, portanto, de uma arquitetura que responda às demandas de cada um desses nichos.

Trabalhar neste novo ambiente altamente conectado está mudando o modelo de operação do setor. De acordo com o Boston Consulting Group (BCG), as empresas de telecomunicações enfrentam um conjunto de desafios específicos desse mercado, incluindo aqueles relacionados à estrutura da equipe, gerenciamento de fornecedores, riscos e interdependências, consistência, cultura e liderança. Este último obstáculo é especialmente alto porque muitas empresas de telecomunicações têm feito negócios da mesma maneira há décadas.

Sobre o porquê da mudança ser difícil de abraçar, o BCG afirma que o crescimento da receita é tão difícil de conseguir que muitas empresas de telecomunicações se concentram principalmente em reter clientes e proteger a base de receita de curto prazo. Essas prioridades, combinadas com altos custos de despesas de capital (como para atualizações de rede) e longos períodos de retorno, levaram a uma alta intolerância ao risco. Mas, se o setor de telecomunicações pretende aproveitar as oportunidades do 5G e de novos mercados, o risco é não mudar seus modelos operacionais.

O BCG relata ainda que em todo o mundo empresas de telecomunicações aumentaram a velocidade de desenvolvimento de processos, reduzindo os custos de 20% a 50%. Aumentar a velocidade de entrega de novos produtos e serviços e, ao mesmo tempo, reduzir os gastos com marketing é um exemplo claro de como as organizações de telecomunicações podem se beneficiar da adoção da nuvem corporativa. No estudo Succeeding with CIO led Digital Transformation, analistas da IDC descobriram que a nuvem oferece benefícios em quatro questões de negócios: flexibilidade aprimorada, controle de custos, agilidade em mudanças e maior resiliência dos negócios.

Esses benefícios são comparáveis ao panorama de tecnologia existente nos provedores de telecomunicações. Atualmente, de acordo com o BCG, um “cenário de tecnologia complexo cria desafios por si só. Os titulares normalmente têm sistemas de TI antigos e inter-relacionados, o que pode complicar os esforços para expor interfaces de programação de aplicações e resolver problemas de integração.”

Em contraste, organizações com um rico legado de computação em nuvem corporativa estão solucionando desafios na entrega de novos produtos e reduzindo o custo de fazer negócios. Ou seja, as empresas que já migraram para nuvem terão importantes vantagens competitivas quando o 5G se tornar realidade.

___________________________________________

(*) O autor é diretor de engenharia de sistemas da Nutanix para América Latina.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo