Metal Mecânica

ABVE propõe simulado de combate a incêndio em carro elétrico

A Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), em reunião no dia 17 de abril com o comando do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, propôs organizar, em maio, uma simulação de combate a incêndio de veículo elétrico. A sugestão foi imediatamente aceita pelo CB-SP. Segundo o presidente da ABVE, Ricardo Bastos, o objetivo do simulado é testar os protocolos de segurança dos próprios veículos e baterias, em condições reais, e apresentar os equipamentos já disponíveis no Brasil para prevenir acidentes e combater incêndios.

 

“Queremos a máxima transparência”, disse Ricardo Bastos. “A ABVE busca tranquilizar os usuários e os responsáveis por condomínios residenciais sobre a segurança dos veículos elétricos e das estações de recarga”. “Ao mesmo tempo – acrescentou -, temos a responsabilidade de colaborar com os bombeiros na elaboração de normas eficazes e realistas de prevenção de acidentes, pois isso é importante para o desenvolvimento do próprio mercado da eletromobilidade.”

 

O tenente-coronel Max Schroeder, chefe do Departamento de Segurança e Prevenção contra Incêndios do CB-SP, aprovou a proposta, acrescentando que convidará oficiais de departamentos de segurança de outros estados para acompanhar o teste. Entre eles, oficiais da Ligabom (Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros do Brasil) e do Conascip (Comitê de Segurança contra Incêndio e Prevenção).

 

O tenente-coronel disse que os bombeiros têm o dever de adotar normas de segurança adequadas às novas tecnologias de veículos, mas deixou claro que sua equipe busca “uma regulamentação factível e condizente com a realidade, sem prejudicar o desenvolvimento desse mercado.”

 

A reunião foi pedida pela ABVE na manhã do dia 17 e confirmada para o mesmo dia, às 16h30. Segundo o tenente-coronel, o CB-SP preocupa-se em ouvir rapidamente “todos os segmentos da sociedade sobre a segurança de veículos elétricos”.

 

Para o presidente da ABVE, a iniciativa visou abrir um canal de diálogo permanente com os responsáveis pelo parecer técnico divulgado pelos bombeiros no dia 5 de abril, no “Diário Oficial” do estado, contendo requisitos para prevenir incêndios com veículos elétricos. Ao mesmo tempo, o comandante do CB-SP, coronel PM Nilton Cesar Zacarias Pereira, assinou a Portaria Nº CCB-001/800/2024, que abriu uma consulta pública sobre o parecer, com prazo de 30 dias para sugestões.

 

A ABVE pediu formalmente ao CB-SP a prorrogação do prazo da consulta pública para 90 dias, mas informou que um grupo de trabalho da Associação já está trabalhando desde o início do ano para apresentar as suas propostas, o que ocorrerá nos próximos dias. O tenente-coronel Schroeder respondeu que o pedido de prorrogação é cabível, dada a complexidade do tema, mas que a decisão final caberá ao comandante do CB-SP.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo