Metal Mecânica

ArcelorMittal Tubarão comprará água de reúso de esgoto sanitário para fins industriais

A ArcelorMittal Tubarão e o governo do estado do Espírito Santo assinaram no dia 1º de setembro um termo de compromisso inédito no estado. O acordo pioneiro prevê a compra mensal para fins industriais, pela produtora de aço, de 540 m³/h (150 l/s) de água de reúso de esgoto sanitário, proveniente de efluentes da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Reúso da Cesan. A aquisição será feita por contrato de 25 anos, podendo ser renovado, e reduzirá ainda a demanda da usina por água do Rio Santa Maria da Vitória, disponibilizando maior volume do recurso para a sociedade.

A ação está integrada a um projeto lançado pelo governo do estado, o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), para tratamento de esgotos sanitários para fins de reúso industrial, cujo objetivo é firmar parceria com grandes empresas para contratação de um novo sistema de tratamento em substituição ao da ETE Camburi. O objetivo do PMI é construir uma nova estação de tratamento de esgoto sanitário, tecnologicamente mais moderna e eficiente, em área menor que a ocupada hoje no sítio aeroportuário, também com capacidade de fornecimento de água de reúso para fins industriais. O processo da Cesan de contratação da empresa que investirá na planta será feito por licitação.

Para a Cesan, a inovação visa fortalecer sua gestão sustentável, gerar receita, reduzir impactos e preservar a água. Para a ArcelorMittal Tubarão, a ação coloca a unidade em posição de vanguarda no estado e entre as primeiras no país a implantar essa alternativa hídrica. “Essa parceria é um marco na nossa história e na do Espírito Santo. Com a formalização, seremos a primeira empresa capixaba a adquirir água de reúso industrial a partir do esgoto sanitário em grande escala”, explicou o gerente geral de Sustentabilidade e Relações Institucionais da ArcelorMittal Tubarão, João Bosco Reis da Silva.

Segundo ele, a empresa já é referência em gestão hídrica, com investimentos contínuos nessa área. Atualmente, 97,7% da água doce utilizada na usina são recirculadas ou reaproveitadas internamente. Além disso, dará início à operação, no mês que vem, a uma moderna, ampla planta de dessalinização de água do mar, num projeto inédito no Brasil, que produzirá até 500m³/h de água industrial para o seu sistema de água.  “Essa parceria com a Cesan tem forte conexão com o Plano Estadual de Recursos Hídricos, aumentará a diversidade da matriz hídrica da ArcelorMittal Tubarão e é mais uma ação sustentável da empresa, potencializando a nossa gestão da água”, acrescenta.

O termo de compromisso prevê ainda a doação, pela ArcelorMittal Tubarão, de uma área de 11 mil metros quadrados, na região do bairro São Geraldo, em Serra, para a construção da nova ETE. “Essa parceria inédita representa uma conquista importante não só para a empresa, mas também para a administração pública e para toda a sociedade capixaba. Estamos escrevendo um novo capítulo na história da segurança hídrica do Espírito Santo”, completa o gerente.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo