Eletrônica e Informática

Atvos desenvolve sistema baseado em GPS para prevenção de acidentes em canaviais

Para proporcionar mais segurança às práticas de cultivo e colheita da cana-de-açúcar, a Atvos, uma das maiores produtoras de etanol do Brasil, desenvolveu um projeto pioneiro que utiliza um dispositivo eletrônico que se conecta ao GPS dos veículos utilizados pela empresa. A iniciativa visa reforçar a prevenção de acidentes de trabalho ou ambientais próximos à rede energizada localizada na área de suas lavouras. O projeto piloto foi iniciado em 2022, na unidade Santa Luzia (USL), em Nova Alvorada do Sul (MS), com aplicação em mais de 130 máquinas agrícolas, incluindo tratores, colhedoras e caminhões, e já está pronto para ser expandido para outras regiões do país.

 

Criado pela área de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA) com o apoio do departamento de Topografia, o projeto, batizado de “Sistema de proteção dos pontos fixos de redes energizadas”, mapeou quase 85 mil hectares, entre canaviais próprios e de fornecedores, incluindo cerca de 6 mil postes e redes elétricas aéreas e subterrâneas que atendem a Unidade Santa Luzia (USL). Tais informações foram incluídas no sistema do aplicativo GPS de todos os tratores, caminhões e colhedoras utilizados na operação.

 

“ Na versão antiga, não havia a opção de colocar o ponto fixo, ou seja, cada um dos postes existentes na área. Hoje, ao menor sinal da presença dessas estruturas com fios de alta e média tensão, além de buracos, drenos e perigos adicionais que podem impactar a operação, um alerta de atenção é disparado em poucos segundos na tela do dispositivo acoplado aos veículos. Como os pontos são monitorados por meio de georreferenciamento, que informa sua localização com maior precisão e em tempo real, conseguimos proporcionar ainda mais segurança à atividade”, afirma Ayslan Fingler, gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente do Polo Sul da Atvos.

 

A partir do projeto piloto, a expectativa agora é implementar a inovação nas outras operações agroindustriais da Atvos, localizadas nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Oeste Paulista, já nos próximos meses. “As equipes internas de SSMA da empresa já estão mapeando os equipamentos de outras unidades para adequação dos sistemas e avaliação de risco dos canaviais locais, com o objetivo de expandir a utilização da mesma tecnologia de proteção”, conclui o gerente.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo