Eletrônica e Informática

Colisões contra postes causam em média mais de 4 horas corte de energia em São Paulo

Levantamento da Enel Distribuição São Paulo, concessionária de energia elétrica que atua em 24 municípios da Grande São Paulo, mostra que foram registradas 472 colisões contra postes da rede elétrica em 2020 em toda a sua área de concessão, o que representa uma média de 1,3 batida em postes por dia.

O número representa queda de 5,5% em relação aos postes danificados por veículos em 2019, quando foram registrados 498 abalroamentos de postes de energia elétrica. O isolamento social, provocado pela pandemia do novo coronavírus, e a consequente redução do número de carros em circulação contribuíram para a diminuição no número de ocorrências em toda a área de concessão da distribuidora.

Entre janeiro e março de 2021, a distribuidora registrou 130 ocorrências com postes em toda a sua área de concessão. Esse número representa um crescimento de 10,1% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram registrados 110 abalroamentos.

De acordo com o levantamento da Enel Distribuição São Paulo, a capital paulista liderou o ranking de colisões contra postes em 2020, registrando 291 ocorrências, um recuo de 4,3% em relação aos 304 casos contabilizados em 2019. Em seguida, estão empatadas as cidades de São Bernardo do Campo e Santo André, região do Grande ABC, com 20 registros cada. São Bernardo do Campo, contudo, teve aumento de 33,3% nas batidas na comparação com 2019, ao passo que, Santo André, teve um recuo de 9,1% em igual período. Osasco, com 18 ocorrências (aumento de 80%) e Mauá, com 16 (alta de 60%), completam a lista dos cinco municípios com o maior número de casos em 2020.

O levantamento mostra que cada batida de poste na rede elétrica deixou, em média, 851,8 clientes da concessionária sem energia por um tempo médio de 4h23min em 2020. Na comparação com os dados de 2019, cada abalroamento de poste interrompia, na média, o fornecimento de energia para 877,1 consumidores por um tempo médio de 5h03min. Ou seja, houve uma redução de 2,88% no número de clientes impactados por ocorrência e uma diminuição de 13% no tempo médio de interrupção no fornecimento de energia.

O tempo de resolução para uma ocorrência relacionada à batida de poste é mais elevado porque, muitas vezes, a concessionária precisa reconstruir todo o trecho da rede elétrica danificada, substituindo os postes e os fios de energia. Conforme a gravidade do acidente, as equipes de campo da concessionária precisam também aguardar a conclusão do trabalho da perícia policial para iniciar a manutenção da rede.

“Em alguns casos mais complexos de acidentes graves, trabalhamos em conjunto com o Corpo de Bombeiros. Muitas vezes, é necessário aguardar liberação da perícia para iniciarmos os trabalhos, o que pode aumentar o tempo em que os clientes ficam sem energia”, afirma o gerente do Centro de Operações de Distribuição da Enel Distribuição São Paulo, Vinicyus Lima. “Logo que tomamos conhecimento sobre as ocorrências, nossas equipes de emergência se deslocam para iniciar os reparos causados na rede elétrica e a troca dos equipamentos, quando necessário. Graças à parceria com o poder público por meio do Centro de Operações Integradas (COI), conseguimos agilidade e assertividade nas previsões de chegada da perícia e outros órgãos, e, com isto, a companhia é capaz de tomar decisões estratégicas para restabelecer o maior número de clientes possível enquanto os reparos acontecem”, c ompleta.

 

MAIO AMARELO – A Enel Distribuição São Paulo chama atenção de todos para a segurança e prevenção de acidentes de trânsito. A distribuidora apoia o Movimento Maio Amarelo, que neste ano promove o tema “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”.

Confira 10 orientações para tornar o trânsito mais seguro e saber o que deve ser feito em casos de acidentes envolvendo postes da distribuidora:

  1. Em caso de acidente com poste, se houver queda de cabos, procure ficar no interior do veículo, sem tocar nas partes metálicas, até o atendimento pelas equipes da empresa;

 

  1. Não se deve tocar em cabos que estejam no solo, sobre o carro ou ficar embaixo de estruturas danificadas;

 

  1. Nunca tentar realizar o isolamento da área;

 

  1. Caso o poste tenha caído sobre o veículo, o motorista não deve sair do automóvel até a chegada de socorro;

 

  1. No caso de pedestres que estiverem passando pelo local, a companhia alerta para não se aproximarem e chamarem pelo socorro imediatamente;

 

  1. Mantenha o veículo com a manutenção em boas condições, verificando o estado dos pneus, dos freios, dos faróis e dos retrovisores;

 

  1. Não dirija sob o efeito do álcool, remédios ou qualquer outra substância tóxica;

 

  1. Não use celular quando estiver dirigindo. Além de colocar em risco a sua vida, dos pedestres e outros motoristas, a infração para quem é pego usando o celular na direção é considerada gravíssima;

 

  1. Fique atento às condições da pista e do clima. Em caso de pista molhada ou de neblina, dirija com cuidado. Diminua a velocidade e mantenha a distância dos demais veículos;

 

  1. Respeite sempre a sinalização de trânsito e os limites de velocidade das vias, em qualquer dia, local e horário.

Enel SP registra 472 colisões contra postes da rede elétrica em 2020

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo