Metal Mecânica

Demanda por fresadoras CNC deve aumentar nos próximos anos

O mercado global de fresadoras CNC deverá crescer a taxas anuais compostas de 8,72% no período de 2020 a 2026, atingindo o volume de US$ 21,55 bilhões, de acordo relatório publicado pela Arizton Advisory & Intelligence.

Em 2020, a região Ásia-Pacífico foi a que mais contribuiu na geração de receita para a indústria global de fresadoras CNC, respondendo por uma participação de mercado de 45,59%. A América do Norte continuará com crescimento constante após 2021. Porém, a região Ásia-Pacífico dominará o mercado e deverá experimentar forte aumento na demanda por máquinas-ferramenta durante o período de previsão.

A indústria automotiva e a indústria elétrica e eletrônica foram os principais usuários finais de fresadoras CNC, respondendo por mais de 60% da participação de mercado total em termos de consumo em 2020.

As fresadoras CNC verticais dominaram o mercado com participação de mercado total de mais de 40% em 2020. As fresadoras CNC universais detêm atualmente 20,65% do mercado. No entanto, a expectativa é que a participação das fresadoras universais aumente, já que se prevê eles crescimento anual a taxas compostas mais elevadas que a média do mercado: 9,50%.

Fresadoras verticais e horizontais executam, grosso modo, as mesmas operações, mas o processo de produção é diferente. Ambos os tipos têm vantagens e desvantagens. No entanto, como as fresadoras verticais costumam ter preços mais competitivos do que outras, são mais utilizadas entre os usuários finais.

Fresadoras CNC de 3 eixos são as máquinas mais usadas e dominam o mercado global. Já as fresadoras CNC de 5 e 6 eixos, devem experimentar crescimento a taxas anuais compostas de  mais de 11% durante o período de previsão. As fresadoras CNC de 3 eixos são mais populares considerando o número de eixos pelo baixo preço relativo e simplicidade de uso. No entanto, existem limitações com este tipo de máquina.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo