Eletrônica e Informática

Flir Systems anuncia família de câmeras habilitadas para aprendizagem profunda

A Flir Systems, Inc. anunciou a família de câmeras Flir Firefly, a primeira câmera da indústria com visão de máquina habilitada para inferência de aprendizagem profunda. A câmera, que integra a unidade de processamento de visão (Vision Processing Unit, VPU) da Intel, Movidius Myriad 2, foi projetada para profissionais de análise de imagem usando aprendizagem profunda para uma tomada de decisões mais corretas e para um desenvolvimento de sistemas mais fácil e rápido.

O software tradicional com base em regras é ideal para tarefas diretas, como leitura de código de barras ou para verificação de uma peça fabricada de acordo com as especificações. A Flir Firefly combina uma plataforma de visão de máquina nova e econômica com o poder da aprendizagem profunda para abordar problemas complexos e subjetivos, como reconhecimento de rosto ou classificação da qualidade de um painel solar.

A câmera potencializa as capacidades avançadas da VPU Movidius Myriad 2 da Intel em uma câmera compacta e com baixo consumo de energia, ideal para sistemas incorporados e portáteis. Os fabricantes de máquinas podem carregar suas redes neurais treinadas na VPU integrada da Firefly. Além disso, os usuários do Movidius Neural Compute Stick da Intel podem implantar facilmente suas redes existentes diretamente na Firefly. Esse desenho exclusivo reduz o tamanho do sistema e melhora a velocidade, confiabilidade, eficiência de consumo de energia e segurança.

“A análise automatizada de imagens capturadas por máquinas é uma parte essencial da vida diária que poucos lembram”, disse James Cannon, presidente e CEO da Flir. “A qualidade, viabilidade financeira e velocidade de colocação no mercado de itens como nossos smartphones ou a comida nas nossas mesas são possíveis devido a sistemas que usam câmeras que realizam inspeção e produção automatizada. Com a Flir Firefly equipada com a VPU Movidius Myriad 2 da Intel, estamos permitindo que os programadores desses sistemas potencializem a aprendizagem profunda com mais rapidez e menor custo.”

“O Movidius Neural Compute Stick da Intel permitiu que a FLIR produzisse o protótipo rapidamente, agilizando o desenvolvimento inicial da aprendizagem automática na Firefly”, disse Adam Burns, diretor de produtos de visão de computador da Intel. “Agora, a FLIR Firefly usa a VPU Movidius Myriad 2 da Intel, compacta e eficiente, para realizar inferência em tempo real na câmera, sem comprometer os incríveis níveis de miniaturização que a Flir alcançou nesse dispositivo.”

Fonte: Ipesi

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo