Eletrônica e Informática

Importação de televisores quase dobra e atinge US$ 9 milhões em novembro

A Black Friday movimentou no Brasil mais de R$ 3,1 bilhões em transações, segundo a consultoria Confi Neotrust em parceria com a ClearSale. Além da movimentação nas lojas brasileiras, merece destaque também as compras internacionais dos brasileiros no período.

Dados mapeados pela Vixtra junto ao Banco Central indicam que as importações de produtos de pequeno valor (classe que reúne produtos de plataformas de compras como Shein e Shopee) alcançaram aproximadamente US$ 10 bilhões em outubro, segundo os últimos dados disponibilizados pelo Bacen.

Com a Copa do Mundo, alguns produtos registraram um aumento expressivo. Segundo os dados, a importação de televisores registrou um crescimento de 172%, alcançando US$ 9,2 milhões no período. “A importação de televisores quase dobrou e, além da Black Friday, a Copa do Mundo também pode ter ajudado a elevar esses números”, explica Leonardo Baltieri, co-CEO da Vixtra.

Além dos televisores, outros produtos como eletrodomésticos (23%), brinquedos (7,4%) e celulares (2,5%) também registraram crescimento no mês de novembro, em relação ao mesmo período do ano passado. “As importações brasileiras vêm registrando um crescimento contínuo e elevado ao longo dos anos. E esse crescimento deve seguir pelos próximos anos, uma vez que o Brasil ainda importa menos em relação ao tamanho do PIB em comparação a América Latina e os países desenvolvidos”, acrescenta Baltieri. Atualmente, em comparação ao PIB, o Brasil importa 16%, América Latina 23% e Mundo 29%.

As importações se mantiveram fortes mesmo diante de alguns problemas, como atrasos nas entregas em razão de questões logísticas e aumento do dólar em relação ao real. De acordo com Baltieri, apesar do cenário desafiador, os brasileiros seguiram comprando atraídos pelas ofertas dessas plataformas, e as importações devem seguir crescendo nos próximos meses. “Ainda há espaço para crescimento nas importações dessa classe de produtos e, caso o cenário econômico global melhore, é possível termos novos recordes nos próximos anos”, conclui.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo