Metal Mecânica

Logcomex lança estudo sobre importações da indústria metalúrgica

A Logcomex, empresa que atua no segmento de comércio exterior, acaba de lançar um estudo sobre a indústria metalúrgica e as importações de máquinas e equipamentos industriais.

 

De acordo com Helmuth Hofstatter, CEO e fundador da Logcomex, o setor metalúrgico tem uma importância significativa na economia global e se destaca como um dos principais setores industriais do Brasil, já que compreende todo o segmento de transformação do metal e outros produtos. “De acordo com o estudo “Perfil Setorial da Indústria”, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o segmento de metalurgia emprega mais de 200 mil pessoas e representa aproximadamente 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil”, afirma.

 

Hofstatter explica que o setor metalúrgico no Brasil também enfrenta desafios, como flutuações nos preços das commodities, questões ambientais e regulamentações governamentais. “Além disso, a necessidade de investir em pesquisa e desenvolvimento é vital para garantir a competitividade em um cenário global cada vez mais exigente”, afirma.

 

O estudo informa, por exemplo, que o ano de 2023 foi complicado para o setor industrial, já que houve demanda interna insuficiente e falta de consumidores. “Outro fato relevante foi a disputa entre as indústrias e siderúrgicas pelo aço importado. O conflito instalado entre os produtores de aço e as indústrias consumidoras vem forçando o governo a arbitrar a questão”, avalia Hofstatter.

 

O estudo traz alguns rankings, como o de países exportadores no setor metalúrgico para o Brasil. “Em primeiro lugar está a China, com US$ 4,795 bilhões em exportações; seguida por Chile, com US$ 1,787 bilhão e Estados Unidos, com US$ 1,209 billhão”, explica o executivo. “O estado brasileiro que mais importa é São Paulo, US$ 4, 631 bilhões em valor FOB, 28% do total movimentado em 2023”, acrescenta.

 

A importação de máquinas e equipamentos industriais também é detalhada no documento. “Com uma economia diversificada, nosso país importa uma variedade significativa de máquinas e equipamentos industriais para atender às demandas de setores como manufatura, agronegócio, construção civil, entre outros”, relata Hofstatter, citando que a região sudeste do Brasil lidera o ranking de importação, com o estado de São Paulo ocupando o primeiro lugar com um valor FOB transacionado no valor de US$ 9,633 bilhões, ou 40% do valor FOB total.

 

O estudo está disponível no link:  https://conteudo.logcomex.com/estudo-importacao-industria-metalurgica

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo