Eletrônica e Informática

Mercado de semicondutores crescerá mais de 17% em 2021

A IDC espera que o mercado de semicondutores cresça 17,3% em 2021 contra 10,8% em 2020. De acordo com a empresa, a indústria verá normalização e equilíbrio em meados de 2022, com potencial de excesso de capacidade de produção em 2023 à medida que expansões de capacidade em maior escala começarem a acontecer no final de 2022. O crescimento de mercado é impulsionado por telefones celulares, notebooks, servidores, automotivo, casa inteligente, jogos, wearables e pontos de acesso Wi-Fi, com aumento no preço da memória. A escassez de circuitos integrados também deve continuar diminuindo ao longo do quarto trimestre desse ano, à medida que as adições de capacidade se aceleram.

Apesar da atual onda de Covid-19, o consumo continua saudável. O IDC relata que foundries dedicadas foram alocadas para o resto do ano, com utilização da capacidade em quase 100%. A capacidade inicial permanece limitada, mas os fornecedores fabless estão obtendo a produção de que precisam de seus parceiros de foundry. A fabricação back-end está começando a atender a demanda no terceiro trimestre, no entanto, problemas maiores e escassez permanecerão na fabricação back-end e materiais.

De acordo com a IDC, as receitas de semicondutores 5G aumentarão em 128%, e o total de semicondutores de telefonia móvel deverá crescer 28,5%. Os consoles de jogos, casa inteligente e wearables crescerão 34%, 20% e 21%, respectivamente. As receitas de semicondutores automotivos também aumentarão em 22,8% à medida que a escassez for mitigada até o final do ano. As receitas de semicondutores para notebooks crescerão 11,8%, enquanto as receitas de semicondutores do X86 Server aumentarão em 24,6%.

No geral, a IDC prevê que o mercado de semicondutores alcance US$ 600 bilhões em 2025 – representando uma taxa de crescimento anual composta de 5,3% durante o período de previsão. Isso é mais alto do que o crescimento maduro típico de 3 a 4% historicamente visto.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo