Eletrônica e Informática

Mercado global de PCs e de dispositivos móveis se mantém estável no segundo trimestre

No segundo trimestre de 2018, as remessas de PCs, Ultramobiles e Mobiles Phones para todo o mundo estão em ritmo estável de crescimento (0,9%). No ano, as vendas devem chegar a 2,28 bilhões de unidades e o mercado de PCs e de tablets como um todo deve cair 1,2% em 2018, enquanto o de telefones móveis está em ritmo de crescimento de 1,4%. Os dados são de uma pesquisa mundial sobre as vendas realizadas pelo Gartner, Inc.

“O mercado de PC ainda é prejudicado pela insuficiência do segmento de memória DRAM em 2018, devido à falta de capacidade online de ‘new wafer’. Como resultado, fornecedores de PC vão continuar aumentando seus preços durante todo o ano”, diz Ranjit Atwal, diretor de Pesquisa do Gartner. “Telas maiores e quadros mais gráficos também significam custo maior, acrescentando à conta de equipamentos para negócios e consumidores domésticos”.

Embora o mercado de PC seja sensível a preço, o Gartner vem testemunhando a migração da demanda empresarial para PCs de ponta como dispositivos premium ultramobile, que registram crescentes valores. A consultoria também estima que remessas de unidades premium ultramobile devem crescer em 12% em 2018.

WINDOWS 7 – A próxima importante mudança no mercado de PC será marcada pelo fim do suporte ao Windows 7 em janeiro de 2020. “Se tornou primordial para empresas migrarem para o Windows 10 assim que possível, e certamente até o final de 2019”, afirma o analista do Gartner.

A América do Norte iniciou a primeira fase de migração para Windows 10 em 2015 e irá concluir em meados de 2019. A Europa Ocidental está intensificando a adoção do programa em 2018. No entanto, na China, Japão e outras regiões emergentes, os planos de migração estão sendo deslocados de 2018 para 2019 uma vez que esses países continuam se preparando complicações inerentes à mudança de processos e procedimentos do Windows como um serviço.

CHINA – Apesar de ser afetado por fatores macroeconômicos e de desenvolvimento tecnológico, o mercado global de dispositivos também é influenciado apenas pelo mercado chinês. “A China responde por mais de 20% do gasto global com dispositivos. Então, qualquer mudança que aconteça lá pode provocar significativas oscilações no crescimento de mercado global”, explica Atwal.

Com aproximadamente 1,9 bilhão de unidades a serem embarcadas em 2018, aparelhos de telefonia móvel são os principais influenciadores na expansão do mercado global de dispositivos. Na China, as vendas de telefones móveis caíram 8,7% em 2017, para 428 milhões de unidades, mas devem crescer 3,3% em 2018, representando 23% das vendas totais do ano.

O mercado tradicional de PCs na China está em ritmo de queda de 1,7%, com 38,5 milhões de remessas em 2018, representando 21% do total de envio. A queda acontece apesar de a China ser dependente do negócio, com dois terços das remessas de PCs provenientes desse segmento.

“A tendência decrescente que a China vivencia está, sem dúvida, afetando o mercado de dispositivos em todo o mundo”, alerta Atwal. “A China é um país interessante para observar este ano. A continuidade da introdução de uma versão chinesa do Windows 10 no segundo semestre de 2018, bem como o ciclo de substituição do iPhone da Apple esperado para 2019, irá gerar demanda”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo