Metal Mecânica

Nederman lança linha para filtragem de névoa de óleo

A Nederman lança no Brasil a linha Filtac para filtragem de névoa de óleo com a tecnologia FiberDrain, que oferece alto grau de filtração e longa vida útil dos elementos filtrantes, reduzindo a contaminação do ambiente e os custos de manutenção. Na maioria das aplicações, a companhia garante o período mínimo de um ano para a manutenção dos filtros da linha FiberDrain. A nova linha de produtos também oferece solução única no mercado para processos MQL (Minimum Quantity of Liquid) que, por trabalharem com altas rotações e elevadas pressões, geram uma intensa névoa.

Como parte do programa de lançamento da nova linha, a empresa está oferecendo aos seus clientes a medição das concentrações de névoa no ambiente com o DustTrak, instrumento específico para este tipo de avaliação. Um especialista pode comparecer à empresa para avaliar o processo e realizar as medições.

A Nederman é um dos líderes mundiais na oferta de produtos e serviços no setor de tecnologia ambiental. Há mais de 70 anos, os produtos e sistemas da empresa contribuem para a criação de ambientes de trabalho e processos industriais limpos e seguros, com foco no tratamento do ar na indústria. A empresa oferece ao mercado desde o projeto até a instalação, comissionamento e assistência técnica.

Na área de usinagem, a Nederman possui uma vasta gama de soluções, tendo no Brasil o foco principal na exaustão e filtragem de névoa de óleo, assim como do particulado emitido nos processos de usinagem a seco e limpeza de cavaco por aspiração.

As névoas de óleo são poluentes tóxicos e perigosos, que contaminam o ambiente de produção causando problemas de saúde ocupacional, riscos de acidentes e perdas econômicas. Estes poluentes penetram nas vias respiratórias e atacam a pele dos trabalhadores, causando problemas pulmonares e alergias. Além disso, as névoas de óleo podem causar acidentes e aumentam o risco de incêndio. A norma BGI/GUV-I 719, da Instituição Alemã de Seguro Social contra Acidentes DGUV, disponível para download na página http://bit.ly/norma_DGUV, estabelece as principais medidas de prevenção de incêndio aplicáveis às áreas de usinagem, inclusive exaustão e filtragem, especialmente quando se utiliza óleo integral. A norma brasileira NR-9 – PPRA, também determina a obrigatoriedade de utilização de EPC (Equipamento de Proteção Coletiva) nas áreas com risco ambiental, o que inclui exaustão e filtragem nos setores de usinagem de metais. As névoas de óleo também são a causa mais frequente de defeitos nos componentes eletrônicos dos painéis de comando CNC e contaminam toda a rede elétrica, ar-condicionado e superfícies, acarretando em grandes custos de manutenção.

Fonte: Ipesi

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo