Eletrônica e Informática

Polo Industrial de Manaus fatura R$ 98,9 bilhões no acumulado do ano até julho

O Polo Industrial de Manaus (PIM) registrou um faturamento de R$ 98,93 bilhões nos primeiros sete meses de 2023, indicando um crescimento de 0,73% em comparação ao mesmo período de 2022 (R$ 98,22 bilhões). Em dólar, o faturamento do PIM atingiu US$ 19,75 bilhões, o que representa um aumento de 0,82% em relação ao ano anterior (US$ 19.59 bilhões). Os dados são dos Indicadores de Desempenho do Polo Industrial de Manaus, divulgados mensalmente pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

 

As exportações do PIM alcançaram US$ 340,34 milhões de janeiro a julho de 2023, marcando um aumento de 6,55% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 319,40 milhões).

 

Em julho, as fábricas do PIM mantiveram 110.667 postos de trabalho diretos, incluindo empregados efetivos, terceirizados e temporários. Esse número representa uma diminuição de 0,76% em relação a julho do ano corrente (111.512 trabalhadores) e 0,30% a menos do que julho de 2022 (111.003). A média mensal de empregos do PIM em 2023, até julho, é de 111.342 trabalhadores diretos.

 

Os cinco principais segmentos do PIM, em termos de participação no faturamento global de janeiro a julho, foram: Bens de Informática, com faturamento de R$ 25,01 bilhões e participação de 25,26%; Eletroeletrônico, com faturamento de R$ 18,57 bilhões e participação de 18,18%; Duas Rodas, com faturamento de R$ 17,40 bilhões e participação de 17,58%; Químico, com faturamento de R$ 10,11 bilhões e participação de 10,21%; e Termoplástico, com faturamento de R$ 8,87 bilhões e participação de 8,98%.

 

Entre os principais produtos fabricados no PIM entre janeiro e julho deste ano, os destaques em crescimento de produção em relação ao mesmo período do ano passado são: linhas de receptores de sinal de televisão, com 2.219.367 unidades fabricadas e aumento de 149,01%; condicionadores de ar de janela ou de parede de corpo único, com 83.872 unidades fabricadas e aumento de 95,55%; microcomputadores desktop, com 34.643 unidades fabricadas e aumento de 85,72%; unidade evaporadora para split system, com 79.285 unidades fabricadas e aumento de 63,79%; televisores com tela de LCD e OLED, com 7.270.371 unidades fabricadas e aumento de 34,75%; e condicionadores de ar do tipo split system, com 2.196.205 unidades fabricadas e aumento de 31,67%.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo