Metal Mecânica

PR2 Group lança linhas de máquinas de corte a laser de entrada no Brasil

A PR2 Group, distribuidora de máquinas com tecnologia laser e representante exclusiva da Han’s Laser no Brasil, agora também oferece máquinas de entrada mais acessíveis e com garantia de produtividade. Ao oferecer soluções de alta tecnologia para o setor de automação, corte, solda e gravação a laser por fibra óptica, a empresa foca em oferecer opções com um maior custo benefício, mas sem perder a qualidade.

As linhas protagonistas são as linhas J, O e MPS, que são máquinas pensadas para diversas áreas e situações que o cliente final pode enfrentar, como economia nos custos de envio, sem perder o design elegante, com precisão de processamento, alta capacidade de corte e baixo custo operacional. Um exemplo prático é a máquina de entrada G3015-J, que foi condicionada para ser enviada de uma só vez, em contêiner convencional, economizando nos custos de transporte.

“No período em que vivemos, muitas pessoas têm receio em investir alto em uma máquina de produção industrial com segurança e tecnologia, o que faz com que o consumidor procure marcas mais acessíveis, mas com defasagem de segurança, na maioria das vezes equipamentos sem qualidade e que comprometem muito a produtividade. A PR2 vem para mudar esse cenário, oferecendo máquinas de qualidade, confiabilidade e preços competitivos’’, afirma Reinaldo Bonilha, CEO da empresa.

Além disso, as máquinas de menor custo também possuem a assistência técnica diferenciada que a PR2 fornece aos clientes, uma vez que os engenheiros correspondentes da Han’s Laser são residentes no Brasil.  “Nós temos um Tech Center em Sorocaba (SP) que conta com todas as nossas opções e novidades, e uma equipe técnica de alta capacitação’’, esclarece Bonilha.

Com a estratégia de comercialização das novas máquinas, a PR2 prevê atingir um público que carece de equipamentos eficientes, que proporcionem produtividade a um custo mais acessível. “Elas são destinadas às empresas que precisam de um produto de qualidade, mas que ainda não têm orçamento para investir em um equipamento de alto valor agregado”, sinaliza Bonilha. Com a nova estratégia de comercialização, a empresa prevê chegar a 200 novas máquinas até o final de 2023.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo