Eletrônica e Informática

Produção da indústria eletroeletrônica cresce 3,6% em abril

A produção da indústria elétrica e eletrônica cresceu 3,6% em abril, em relação ao mês imediatamente anterior, com ajuste sazonal.

Esse crescimento ocorreu com o acréscimo de 9% na produção de bens da área elétrica. Já a área eletrônica recuou 2,6%, de acordo com dados do IBGE agregados pela Abinee.

 

Na comparação com abril de 2023, a produção do setor aumentou 21%, decorrente da forte expansão de 31,3% na área elétrica e do

crescimento de 10,5% na área eletrônica.

 

A Abinee, porém, frisa que essas taxas de crescimento significativas foram influenciadas pelo efeito calendário, visto que abril de 2023 teve apenas 18 dias úteis enquanto que abril de 2024, foram 22 dias úteis. Além disso, a base de comparação é fraca: em abril de 2023, a produção industrial do setor havia recuado 12,7% em relação a abril de 2022. Em que pesem as ressalvas, o resultado de abril de 2024 é superior aos observados em abril de 2022 e de 2021.

 

Na comparação com abril do ano passado, cresceu a produção de todos os segmentos do setor. Na área elétrica, as maiores taxas de crescimento ocorreram na produção de eletrodomésticos (+40,3%), pilhas, baterias e acumuladores elétricos (+38,7%), geradores, transformadores e motores elétricos (+29,7%) e equipamentos para distribuição e controle de energia elétrica (+27,4%).Cresceram também a produção de lâmpadas e outros equipamentos de iluminação (+4,2%) e outros equipamentos elétricos (+16,2%), onde estão classificados os aparelhos elétricos de alarme para proteção contra roubo ou incêndio, campainhas, sirenes, controle remoto para aparelhos eletroeletrônicos, entre outros.

 

Na área eletrônica, os principais destaques foram a produção de componentes eletrônicos (+18,6%), instrumentos de medida (+17,3%) e equipamentos de comunicação (+13,0%), Em seguida, foram observados aumentos mais discretos na produção de equipamentos de informática e periféricos (+1,5%) e de aparelhos de áudio e vídeo (+0,2%).

 

QIADRIMESTRE – No acumulado de janeiro a abril de 2024, a produção da indústria eletroeletrônica ficou 8,7% acima da

realizada em igual período de 2023. Este crescimento decorreu do acréscimo de 10,7% da área elétrica e da ampliação de 6,7% na área eletrônica.

 

Na área elétrica, destacaram-se os aumentos na produção de eletrodomésticos (+17,4%) e de geradores, transformadores e motores (+13,0%). Cresceram também a produção de equipamentos para distribuição e controle de energia elétrica (+7,0%) e de pilhas e baterias (+4,0%). Por outro lado, observou-se queda na produção de lâmpadas e outros equipamentos de iluminação (-11,5%) e de outros equipamentos elétricos (-3,4%).

 

Na área eletrônica, os principais destaques foram a expansão de 15,9% na produção de componentes eletrônicos, seguida do aumento de 12% nos equipamentos de comunicação. A produção de bens de informática e periféricos (+1,5%) também cresceu, porém com percentual mais modesto. Por outro lado, foram observadas quedas na produção de instrumentos de medida (-3,8%) e de aparelhos para áudio e vídeo (-0,2%).

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo