Metal Mecânica

Produção de motocicletas cresce mais de 10% no primeiro trimestre

A produção de motocicletas registrou alta de 10,3% no primeiro trimestre de 2024 na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), 438.038 unidades saíram das fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) nos três primeiros meses deste ano. Esse foi o melhor desempenho alcançado pelo setor para o primeiro trimestre do ano desde 2012.

 

O resultado mensal também foi positivo. Em março, foram produzidas 156.322 motocicletas, volume 11,3% superior na comparação com fevereiro e 2,5% maior ao registrado no mesmo mês de 2023.

 

Para o presidente da Abraciclo, Marcos Bento, os números comprovam o esforço das fabricantes em manter a curva de produção ascendente. “A tendência é que esse ritmo seja mantido ao longo do ano, pois a procura pela motocicleta como solução de mobilidade ou para o trabalho segue em alta, mantendo o mercado aquecido”, afirma.

 

VENDAS NO VAREJO – De janeiro a março, os licenciamentos totalizaram 432.402 unidades, uma alta de 21,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a Abraciclo, assim como a produção, esse foi o melhor volume de emplacamentos em 13 anos.

 

No terceiro mês do ano, 152.719 motocicletas foram vendidas no varejo, o que corresponde a um crescimento de 4,6% na comparação com março de 2023 e de 12% em relação a fevereiro.

 

A Street foi a categoria mais licenciada. Em segundo lugar, ficou Motoneta, seguida bem de perto pela Trail.

 

A média diária de vendas em março, que teve 20 dias úteis, foi de 7.636 unidades. Com 125.825 motocicletas emplacadas de janeiro a março, os modelos de baixa cilindrada tiveram 82,4% de participação no mercado. Já os modelos de média cilindrada representaram 15,1% do volume total, enquanto os de alta cilindrada, 2,5%.

 

EXPORTAÇÕES – No acumulado do ano, as associadas da Abraciclo embarcaram 9.379 motocicletas para o mercado externo, o que corresponde a uma retração de 8,7% em relação ao mesmo período de 2023.

 

Em março, as exportações somaram 4.093 unidades, alta de 45,5% em relação ao mesmo mês do ano passado e de 46,7% na comparação com fevereiro.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo