Metal Mecânica

Wika inicia produção nacional de nova linha de válvulas industriais

A Wika começou a produzir no Brasil uma nova uma linha de válvulas usadas principalmente na indústria de óleo e gás, química e petroquímica, alimentos, farmacêutica e saneamento básico. A montagem dos produtos começou a ser feita no interior paulista, no município de Iperó, e deve atender o mercado nacional e também países como México, Argentina, Peru, Chile e Colômbia.

 

Segundo Juliana Ávila, especialista de Produto da empresa, a planta tem capacidade para montar cerca de 20 mil válvulas por ano, o suficiente para atender o Brasil e os países da América Latina. Ao todo, serão montados no Brasil quatro modelos de válvulas do tipo agulha, usadas para a instrumentação em diversos segmentos industriais. O investimento contou com a compra de equipamentos oriundos da Itália.

 

“O Brasil tem um mercado muito importante para a Wika. Temos visto um aumento no investimento em setores estratégicos no país, como de petróleo e gás, químico e petroquímico e de papel e celulose, por exemplo. Como uma multinacional, temos participado de diversos projetos nessas áreas e vemos que a produção nacional dessa linha vai ao encontro desse movimento econômico”, afirma Juliana. No Brasil, a empresa já produz manômetros e termômetros, sistemas de selo de diafragma, sensores de temperatura, medidores de nível e elementos primários de vazão.

 

“Há 43 anos contribuímos para o progresso da indústria brasileira, De origem alemã, a empresa está presente em 45 países. Com faturamento global de 1,2 bilhão de euros, a Wika emprega mais de 11 mil pessoas no mundo. No Brasil, opera desde 1981 e emprega 250 colaboradores. Em 1995 estabeleceu-se com uma planta de 20 mil m² na cidade de Iperó (SP) e desde 2021 conta com um escritório de vendas em Alphaville. (foto/divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo