Eletrônica e Informática

Algar Tech lança solução de cibersegurança

A Algar Tech, multinacional especializada em gestão de ambiente de tecnologia e processos de relacionamento com o cliente, lança uma solução de cibersegurança para grandes empresas com ambientes tanto na nuvem quanto on premise. Com ela, as organizações podem se proteger de diversos tipos frequentes de ciberataques, entre eles ramsomware, malware, phishing e quebra de password.

A oferta engloba três camadas: proteção endpoint, composta por dispositivos como desktops, notebooks, celulares, tablets, além de dispositivos de armazenamento de dados (HD externos e pen-drives); proteção de rede, servidores e infraestrutura, como firewalls, VPNs, servidores, aplicações web e cloud; e proteção externa, que envolve a adoção das melhores práticas em governança para atender normativos, como ISO/IEC 27000, PCI DSS e LGPD.

Os clientes não necessariamente precisam contratar o serviço em todas as camadas, pois o diferencial da proposta é que ela pode ser customizável, construída com uma abordagem consultiva diante da necessidade de cada negócio, em qualquer uma das frentes de segurança que necessite.

“Estamos aptos a atuar em todas as frentes de segurança, com uma visão holística e multidisciplinar, para oferecer não somente o suporte ao ambiente crítico, mas também o engajamento do usuário final. Tecnologia e ferramentas são apenas uma parte, uma vez que elas não se sustentam sem a conscientização e capacitação dos usuários da rede da empresa. Nosso objetivo é unir tudo isso: assegurar que o cliente tenha as melhores tecnologias em conjunto com as melhores práticas de governança para garantir a segurança dos seus ambientes”, explica Carlos Maurício, diretor de Negócios de TI da Algar Tech.

O modelo operacional de cibersegurança da empresa contempla o monitoramento em tempo integral do SOC (Centro de Operações de Segurança), realizando de forma contínua diagnósticos iniciais, notificações e ações para lidar com vulnerabilidades conhecidas. Os times são suportados por um conjunto de soluções, como antivírus, EDR, anti-phishing, anti-spam, criptografia de Endpoints, MDM e treinamento contra phishing para conscientização de usuários.

“A atuação da equipe de cibersegurança é bastante estratégica e preditiva, o que inclui o levantamento de históricos de ameaças na rede, análises de riscos, determinação de respostas adequadas ao tipo de incidente detectado, avaliação de pontos de vulnerabilidade no acesso à internet, sistemas e código-fonte etc.”, detalha o executivo.

O lançamento desta solução se dá em um cenário em que o Brasil foi o 5º maior alvo de crimes digitais no mundo em 2021, com 54 crimes virtuais registrados por minuto, segundo pesquisa feita pela consultoria alemã Roland Berger. Estimativas da plataforma de segurança digital BugHunt também apontam que 26% das empresas do país sofreram ataques cibernéticos no ano.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo