Metal Mecânica

ArcelorMittal é fornecedora oficial de aço para a futura do casa Atlético Mineiro, o campeão de 2021

A verdadeira multiplicação das arenas multiuso pelo Brasil afora abriu, pelo visto, um novo e importante mercado para a indústria siderúrgica, com a enorme quantidade de aço que essas obras costumam utilizar.

As maiores e mais importantes arenas têm sido erguidas pelos clubes de futebol. Depois das arenas do Corinthians e do Palmeiras, em São Paulo, as do Grêmio e do Internacional em Porto Alegre, as arenas de Brasília e Manaus, dentre outras, já está saindo do papel a arena do Atlético Mineiro, o Galo, o mais popular clube de Minas Gerais e que acaba de conquistar o seu segundo título de campeão brasileiro, depois de 50 anos de espera – a primeira conquista foi em 1971.

Uma das maiores indústrias siderúrgicas do país, a ArcelorMittal, é uma das parceiras na construção desse estádio – outra grande façanha do clube e cujo nome será Arena MRV, o nome da construtora que é a parceira principal do Atlético nessa obra, que começou a ser tirada do papel no ano passado e já está com mais de 40% dos trabalhos concluídos. Para financiar o projeto, que teve um custo planejado de R$ 410 milhões, depois reajustado para R$ 560 milhões, o clube vendeu 50,1% de sua participação na arena para a MRV, por R$ 250 milhões.

Ainda como parte do acordo, a MRV adquiriu os “naming rights” da futura arena pelo valor de R$ 60 milhões por um período de dez anos, com a possibilidade de extensão. O clube busca receber ainda R$ 100 milhões pela venda das cadeiras cativas, com 60% já garantidas pela instituição financeira BMG.

Quanto à ArcelorMittal, além de fornecedora oficial do aço para a construção da arena, o projeto prevê um “sector naming rights” de todo o andar com camarotes e lounges da arena multiuso para ela, o que dará á empresa grande visibilidade.

A Arena do Galo pretende ser a mais tecnológica da América Latina. Ela está localizada em um terreno com 56 mil m², na região noroeste de Belo Horizone, às margens da avenida Presidente Juscelino Kubitschek e próxima ao Anel Rodoviário e à Estação Eldorado do Metrô. A área total a ser construída é de 128 mil m², sendo que 35% será de ocupação da arena, 30% da esplanada, 23% de área verde preservada e 12% de jardins sobre terreno natural e acessos pavimentados.

A previsão de capacidade do empreendimento é de 46 mil lugares, o que o colocará entre os dez maiores estádios do país e o sexto maior estádio particular quando a obra for concluída, a princípio em outubro de 2022. O espaço contará com 40 bares, 2.333 vagas de estacionamento, 80 camarotes e uma esplanada com 46 mil metros quadrados.

Além de jogos de futebol, a Arena MRV também abrigará grandes shows, que serão restritos à sua área interna, com um sistema acústico específico de camadas de isolantes e telhas perfuradas para melhorar a acústica e proteger a saída do som. Não serão realizados shows na área externa, nem na de esplanada e na área do estádio propriamente dito. O palco dos grandes shows ficará sempre ao norte, voltado para o sul e direcionado para a Via Expressa.

A ArcelorMittal está fornecendo aço para diversos setores da Arena MRV, ou seja, para as fundações, as estruturas de sustentação e para as grandes peças pré-fabricadas em concreto armado e protendido da estrutura. O aço da companhia também estará na esplanada e no estacionamento, e ainda nas estruturas metálicas da cobertura e dos pórticos das arquibancadas.

VASTA EXPERIÊNCIA – A ArcelorMittal tem experiência em grandes obras que utilizam aço em sua construção. Já forneceu aço para a construção de Brasília, do Memorial da América Latina, em São Paulo, e da Ponte Rio-Niterói, e também para vários estádios e arenas espalhados pelo país.

“Agora temos nosso aço por dentro deste empreendimento que vai revolucionar o segmento de entretenimento e esportes em Minas e no Brasil”, diz Paula Harraca, presidente da Fundação ArcelorMittal e diretora de Estratégia, ESG, Inovação e Transformação do Negócio da empresa. “Nada mais verdadeiro do que consolidar que somos o fornecedor oficial de aço da Arena MRV”.

Para além do fornecimento de aço para a construção e reforma de estádios no país, a ArcelorMittal mantém forte relação com o esporte e cultura em Minas Gerais.A empresa é a maior incentivadora do esporte no estado, com mais de 30 mil mineiros beneficiados nos programas realizados pela Fundação ArcelorMittal, por meio de investimentos e aplicação de incentivos fiscais. De acordo com a empresa, já são cerca de R$ 20 milhões destinados à formação de atletas de base em Minas, a partir da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte de Minas Gerais.

A parceria com a Arena MRV coincide com o aniversário de 100 anos do segmento de aços longos da ArcelorMittal no Brasil, que teve sua história iniciada em dezembro de 1921, na Usina de Sabará, localizada na cidade do mesmo nome, hoje localizada na Grande Belo Horizonte. Ela foi a primeira usina integrada da América do Sul e pioneira na fabricação de laminados com aço 100% brasileiro. (texto:Alberto Mawakdiye/foto: divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo