Metal Mecânica

Comau projeta e implanta soluções de automação na Stellantis, em Betim

A Comau projetou e implantou soluções avançadas de automação industrial no Polo Automotivo da Stellantis, em Betim (MG). Um amplo projeto de modificação (retooling) nas linhas para produzir tanto o Fiat Pulse, primeiro modelo SUV da marca feito no Brasil, quanto o Fiat Fastback, primeiro SUV Coupé e um dos principais lançamentos da empresa para o mercado brasileiro.

Como parte deste projeto, a Comau aprimorou a plataforma de fabricação existente, fornecendo soluções de montagem de alta velocidade nas operações Mainline, Bodysides e Respot, de modo que os dois SUVs, com características diferentes, pudessem ser produzidos na mesma linha.

A Comau atendeu às demandas de manufatura da Stellantis aplicando seu know-how técnico adquirido nos diversos campos da Engenharia para integrar 74 estações automáticas e 10 estações manuais, com robótica avançada, sistemas de visão, iniciativas digitais e outros equipamentos utilizados nas linhas de produção. A solução completa tem um foco especial na precisão da geometria e na confiabilidade de solda da carroceria e das laterais.

A Comau também utilizou recursos como Comissionamento Virtual e simulação de processos para otimizar a execução do projeto e as modificações (retooling) das linhas complexas de solda, permitindo aos times de engenharia testar as funcionalidades, antes de iniciar os trabalhos de instalação na fábrica. Com isso, a Comau conseguiu antecipar eventuais problemas no sequenciamento e comunicação entre robôs e PLC.

Ao obter uma visão mais abrangente da planta, em um ambiente virtual, os engenheiros da Comau e da Stellantis conseguiram identificar pontos de melhorias, aprimorar o monitoramento de processos e fazer o melhor uso do legado de equipamentos – aspectos essenciais para uma maior eficiência de custos.

Iniciativas da Indústria 4.0 também foram implementadas, como a tecnologia IO-Link para ajudar a monitorar os fluxos de alimentação de água e ar comprimido, elementos essenciais para a funcionalidade das linhas. Isso permite que o sistema forneça análise de dados em tempo real e detecte eventuais problemas, de maneira rápida e eficaz, com configurações e monitoramentos remotos. Do mesmo modo, a integração dos PLCs na otimização das atividades de manutenção e a possibilidade de realizar atividades de backup dos programas de robôs via rede corporativa, ajudam a aumentar a confiabilidade de longo prazo de toda a linha.

As modificações nas linhas de manufatura foram projetadas para que sejam altamente produtivas, minimizando os processos de troca de ferramentas, reduzindo o tempo de comissionamento e as intervenções na linha com um impacto subsequente na sustentabilidade. Isso permitirá que a empresa gerencie as demandas de fabricação dos seus vários modelos de maneira eficiente e econômica.

“Além de atender aos desafios de automação, a equipe da Comau foi rápida em propor e integrar tecnologias de ponta para atender aos nossos objetivos de qualidade e tempo de ciclo”, diz Glauber Fullana, vice-presidente de Manufatura da Stellantis para a América do Sul. “Este projeto, que é parte da nossa estratégia de Indústria 4.0, nos trouxe maior agilidade e flexibilidade para fabricar as diferentes versões do Fiat Pulse e Fiat Fastback e outros modelos, nas mesmas linhas de produção.”

O sucesso deste projeto complexo é prova do nosso compromisso com a excelência e inovação tecnológica”, disse Laerte Scarpitta, líder da Comau para as Américas. “Nossas soluções de manufatura avançada permitem que a Stellantis alcance seus objetivos de eficiência, qualidade e volume de produção, enquanto garantem a possibilidade de expansão no futuro, de acordo com sua necessidade.” (foto/divulgação).

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo