Metal Mecânica

De olho na expansão do setor de mineração, Krominox adquire fábricas e anuncia investimentos

A retomada da economia mundial, a valorização das commodities e o aumento das exportações no cenário pós-pandêmico têm alavancado setores importantes da economia brasileira, como o da mineração. De acordo com dados do Ibram (Instituto Brasileiro de Mineração), até o terceiro trimestre deste ano, o faturamento dessa indústria já somava um montante de R$189 bilhões, reforçando as projeções otimistas do órgão, que prevê investimentos de até US$ 38 bilhões, direcionados ao setor até 2025. A demanda crescente por metais ligados às tecnologias de energia limpa, como o cobre e o alumínio, são algumas das maiores promessas à mineração brasileira.

Acompanhando o crescimento desse setor, grandes fornecedores têm igualmente investido em capacidade produtiva, a fim de absorver suas necessidades estruturais de operação. Nesse sentido, empresas como a Krominox, que atua na produção de tubos em aço inoxidável, segue ampliando suas plantas fabris, com a aquisição de novas indústrias e equipamentos.

“O aço inox se faz muito presente no setor da mineração em virtude da alta resistência à corrosão e grande durabilidade. Ele é comumente aplicado a tubos e tanques, assim como plataformas de perfuração, ferramentas, passarelas, e muitos outros itens utilizados no processamento dos minerais. Sentimos um forte aumento dessa demanda setorial específica nos últimos anos e, estrategicamente, estamos aportando um bom capital para absorver essas necessidades”, comenta Marcos Barbosa, CEO da Krominox.

Oferecendo um portfólio completo e personalizável de tubos – que inclui diferentes bitolas e comprimentos exatos para diversas plantas industriais -, conexões, chapas e perfis estruturais em aço inox ao setor da mineração, a Krominox adquiriu recentemente duas unidades fabris da Partners Serviços e Industrialização de Tubos Ltda. para ampliar sua cartela de produtos. Com um investimento de R$ 6,250 milhões, divididos entre a compra e reestruturação do negócio, a Krominox está transferindo toda a estrutura e know-how da antiga fabricante, situada em Porto Feliz para sua planta de Itapevi, ambas no estado de São Paulo.  “Prevemos um crescimento na casa dos 25% para os próximos anos, a partir da expansão dos negócios para novas vertentes da indústria que passarão a ser atendidas”, complementa Barbosa.

Diante do cenário otimista previsto para os próximos meses, a empresa, que já conta com três unidades fabris em operação, investiu, além da aquisição, cerca de R$10 milhões em maquinários, ferramentas e fornos térmicos dedicados à produção de tubos de aço com costura. Até o final de 2023, outros R$ 15 milhões estão previstos sob a mesma estratégia.

“Nosso diferencial de personalização permite atender, sob medida exata de comprimento, os tubos a serem integrados em distintas plantas industriais. Um atributo estratégico, que promete reduzir as perdas, gerar economia e otimizar todos os tipos de projetos”, conclui Barbosa.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo