Metal Mecânica

Fabricante de centros de usinagem de grande porte faz opção por sistema da igus

Os pórticos de grandes centros de usinagem são a especialidade do fabricante de máquinas-ferramenta Kao Ming em Taiwan. Os cursos longos de até 13 metros apresentam requisitos desafiadores para o fornecimento de energia e mídia. O guidelok escolhido pela Kao Ming e fornecido pela igus, especialista em plásticos para movimentação, é um sistema que leva a resultados positivos de usinagem devido ao baixo nível de vibração causado pela operação das esteiras porta cabos.

 

A Kao Ming é pioneira na Ásia no desenvolvimento e fabricação de fresadoras robóticas para serviços pesados. A série KMC-G é um dos maiores centros de usinagem de pórtico da empresa de Taiwan. O sistema é projetado em torno de um pórtico, isto é, a mesa de usinagem com a peça de trabalho permanece parada. Com cursos de 13 metros, essa construção é especialmente útil para peças pesadas, de grande volume e é usada principalmente para a usinagem de peças na indústria de aviação e de máquinas-ferramenta. Na série KMC-G, a empresa usa o sistema de fornecimento de energia guidelok para cursos longos sem suporte, em combinação com uma esteira porta cabos E4.80.

 

O centro de usinagem de pórtico está equipado com um dispositivo de troca para o fuso de avanço de usinagem, para que as cabeças de fresagem possam ser usadas em diferentes ângulos. Devido ao grande número de fusos de avanço que precisam ser guiados do gabinete de controle central, passando pela planta até a unidade de fresagem, existe um grande número de cabos e mangueiras para energia, mídias e dados. “Para cursos mais longos, nenhuma esteira porta cabos pode ser usada sem suporte. Isso é especialmente verdadeiro quando se considera o peso extra das mangueiras e cabos dentro da esteira“, explica Tim Chang, gerente geral da Kao Ming.

 

O sistema guidelok atende a todos esses requisitos. Os rolos de suporte guiam a parte superior da E4.80. Cada rolo pode se desviar quando o raio da esteira passa por ele. Além disso, a construção permite a opção de mover duas esteiras opostas dentro do mesmo sistema de calhas. Devido à construção do guidelok, a esteira porta cabos pode se mover rapidamente e com pouca vibração. Isso tem um efeito positivo no resultado da usinagem. Ao mesmo tempo, as paradas inesperadas da máquina e os intervalos de manutenção são reduzidos, pois a limalha não consegue se acumular entre a parte superior e inferior. A distância de deslocamento do guidelok pode chegar a 50 metros.

 

 

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados