Metal Mecânica

Horse usa processo Matrix Flow para tornar produção de powertrains mais eficiente

A Horse, empresa global que desenvolve e produz sistemas de powertrain de baixas emissões, é pioneira no processo de produção avançado, totalmente digital e automatizado, que visa aumentar a produtividade, a qualidade e a sustentabilidade em suas fábricas.

 

Conhecido como Matrix Flow, o novo processo estreia na fábrica da Horse em Aveiro, Portugal. Ele substitui o sistema de produção sequencial existente, baseado em correias transportadoras, por plataformas autônomas e estações de trabalho altamente eficientes conhecidas como Mobile Programmable Cobots (MPCs).

 

Com os MPCs autônomos, a companhia reduziu a área física de seu chão de fábrica em 25% e o tamanho geral do edifício, em 30%. E, por conta disto, também conseguiu diminuir em 50% o uso de energia no local. Além disso, as etiquetas de papel dos componentes deixaram de ser necessárias, pois agora são identificados digitalmente, gerando uma produção mais eficiente e sustentável.

 

A Horse é uma das primeiras empresas a adequar o processo de produção de powertrains automotivos para desenvolver Power Electronics Boxes (PEB), que gerenciam os motores elétricos de veículos híbridos (HEV) e híbridos plug-in (PHEV), já utilizado na fabricação de produtos eletrônicos e por multinacionais de logística,

 

“Nossa nova linha de montagem Matrix Flow, em Aveiro, é de extrema importância para a Horse, confirmando a nossa posição como líder global no desenvolvimento e produção de powertrains. Ao oferecer flexibilidade e eficiência incomparáveis, este método totalmente digital nos permite ser ágeis e responsivos, ao mesmo tempo que continuamos a fornecer produtos da mais alta qualidade e a cumprir os nossos compromissos com a mobilidade sustentável”, destaca Antonio Vaz, diretor de Processos de Engenharia da Horse.

 

Desenvolvidos em parceria com os especialistas em produção automatizada Prolynk, os MPCs podem fornecer os componentes e subconjuntos necessários ao pessoal da fábrica e aos robôs, em cada etapa do processo de produção. Até 30 MPCs menores atuam efetivamente como estações de trabalho móveis e kits de componentes, garantindo que os funcionários sempre tenham as peças e ferramentas certas no momento certo.

 

Gerenciados por um hub controlador de frota cuidadosamente programado, os MPCs se comunicam entre si sem fio e podem se adaptar rapidamente às mudanças no fornecimento de peças e às necessidades de produção, proporcionando mais flexibilidade no processo de produção, bem como enorme redução no tempo de inatividade. Também podem ser rapidamente ampliados ou reduzidos, permitindo que a fábrica reaja rapidamente às mudanças na demanda.

 

A produção das PEBs na fábrica terá início nos próximos dias, com meta inicial de 150 mil unidades por ano, aumentando para 200 mil até o final de 2024.

 

O conceito Matrix Flow coloca a empresa na vanguarda da tecnologia de produção, à medida que a indústria automotiva transita para um futuro totalmente eletrificado. Sem a necessidade de uma linha de produção fixa, a Horse pode aumentar ou diminuir sua produção de forma rápida e eficiente, para introduzir componentes atualizados ou até mesmo um produto completamente novo.

 

A instalação de Aveiro foi projetada para proporcionar um ambiente limpo, estéril e seguro contra ESD (Electrostatic Discharge, ou descarga eletrostática), crucial para a produção de motores elétricos de alta tecnologia. Criando efetivamente um casulo em torno da linha de produção, este formato garante a qualidade dos produtos e a segurança do pessoal.

 

A Horse também tem investido fortemente no seu quadro de funcionários, proporcionando formação para a adoção das mais recentes técnicas e tecnologias. Por exemplo, o uso de óculos de realidade virtual e software personalizado permitem que os profissionais se adaptem de forma rápida e segura a quaisquer alterações nos processos de produção do Matrix Flow, antes de serem implementados.

 

A Horse tem décadas de know-how industrial herdado do Grupo Renault. A empresa desenvolve, produz e fornece motores híbridos, híbridos plug-in e a combustão eficientes e com tecnologias de ponta. Com 9.000 funcionários em sete países, está sediada em Madrid, na Espanha, e possui oito fábricas e três centros de P&D em todo o mundo: Curitiba (Brasil), Córdoba (Argentina), Los Andes (Chile), Aveiro (Portugal), Bucareste, Mioveni e Titu (Romênia), Sevilha e Valladolid (Espanha) e Bursa (Turquia), em parceria com a Oyak. (foto/divulgação)

 

 

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo